As Mentalidades Que Você Precisa Mudar Para Passar de Empregado a Empreendedor

Você está pronto para empreender? Nós fizemos uma lista do que você precisa para se transformar em um empreendedor de verdade. Faça o teste

Por André Bartholomeu Fernandes 

A mentalidade é, provavelmente, o principal determinante de sucesso em praticamente todos os caminhos da vida. 

Em outras palavras, os padrões de pensamento que você habitualmente adota governam em grande parte os resultados que você conquista.

Mas diferentes circunstâncias e situações requerem diferentes mentalidades, algo que quem quer deixar o emprego remunerado e lutar por conta própria, deve estar ciente.

Infelizmente, nem todos os candidatos a empreendedores compreendem as mudanças de mentalidade dramáticas e necessárias, sem as quais o sucesso do negócio é improvável.

Assim de que forma, como funcionário, você vai ter que pensar de forma diferente para ter sucesso?

1. Você é responsável por todas as decisões – boas e ruins

Os empreendedores têm uma incrível oportunidade de criar algo a partir do nada, de forma que não é possível trabalhar para mais ninguém.

Mas isso significa tomar grandes decisões sobre o que deve ser feito, quando e como. Você não pode esperar que as coisas aconteçam, ou que alguém diga o que tem que fazer. Você deve fazer acontecer.Os empreendedores bem sucedidos também entendem que as oportunidades podem ser de curta duração e, assim desenvolvem um senso de urgência que os ajuda a alcançar seus objetivos.

2. Você precisa segurar visões de curto e longo prazo ao mesmo tempo

Trabalhe para os outros e você será o principal responsável por garantir que o que precisa ser feito agora, estará feito.

Como empreendedor, você tem que projetar sua mente para frente, pensando nas possíveis armadilhas e oportunidades que estão ao virar da esquina e, tomar decisões baseadas em incertezas.
Isso requer que você entre em acordo com o fato de que o que você faz, ou não faz, hoje, terá um impacto sobre o seu negócio daqui a 3 meses até 5 anos.

3. Sentir-se desconfortável é a sua nova “zona de conforto”

Como funcionário, você está acostumado a pensar mais “dentro da caixa” do que fora dela. Como um empreendedor, não há nenhuma caixa.

Você vê o que os outros não fazem, testa novas ideias, domina um novo território, assume riscos. Isso exige coragem, força e capacidade para continuar apesar da rejeição e do ceticismo.

4. Aprender é uma jornada contínua

Como funcionário, você tem uma descrição do trabalho, que exige um conjunto de habilidades específicas.

Ser um empreendedor envolve aprender muitas novas habilidades, a menos que você tenha fundos para terceirizar o trabalho chato, ou que não quer fazer.
Isso pode acontecer ao aprender a montar uma planilha, pedir conselhos a investidores, vender suas ideias, ou usando alguma tecnologia desconhecida. O que precisa ser feito, tem que ser feito – não há espaço para desculpas.

5. Números não mentem

Quando os números estão em pauta, o máximo para a maioria dos funcionários é saber o que está entrando e o que está saindo. Como empreendedor, é melhor que você aprenda a amar números rapidamente, porque seu fluxo de caixa é o que vai mantê-lo.

Em última análise, são suas vendas, custos, lucros e perdas que lhe darão noites sem dormir ou um estilo de vida invejável. Mas, sem a luz que guia os números, a sua empresa continuamente irá se destruir.

6. Ame o seu negócio, mas seja objetivo

Como funcionário, você pode fazer algo que você não gosta apenas pelo salário.

Como um empreendedor, você precisa amar o seu negócio por conta do esforço e das longas horas necessárias.

Mas você não deve cair na armadilha de pensar e de agir como um empregado em sua própria empresa.

7. Quebre as regras

Como funcionário, quebrar as regras pode significar demissão. Os empreendedores, por outro lado, não estão interessados ​​no status quo – eles estão sempre procurando maneiras de fazer as coisas de forma diferente.

Isso significa sempre espiar por cima do horizonte, ou pelo menos além dele, para onde a próxima grande coisa está esperando.

8. O tempo não é linear

Como funcionário, você tem um calendário de trabalho.

Como um empreendedor, quando você não pode estar preso a uma mesa ou computador 24×7, mas mesmo assim você vai sempre vai estar pensando sobre o seu negócio, o que está fazendo bem e o que poderia estar fazendo melhor.

Não haverá trégua – você vai viver e respirar isso.

9. Comece agora

A maioria das pessoas estima pouco o tempo que se leva para fazer a transição para empreendedor, por isso, é sensato começar a mudar a sua mentalidade, enquanto você ainda é funcionário, talvez até mesmo montar um negócio paralelamente.

Isso pode lhe dar a oportunidade de desenvolver habilidades e construir a experiência tendo a segurança de um salário, algo que em algum momento você vai precisar certamente desistir se você quiser fazer seu negócio crescer.


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More