Coluna do Marcelo – Critério é Critério ...


Critério é Critério


Na área de gestão podemos refletir sobre o conhecimento necessário para atuar no mundo corporativo, algumas dessas reflexões são: depoimentos de outros profissionais, livros, internet, revistas, filmes – que aconselho sempre a meus alunos para fazer uma analogia diferente visando o mundo das corporações – mas existe outra forma cômica de aprender. Com a ajuda de minha amiga Elinara que enviou por email, vamos abaixo relacionar algumas piadas que além de nos entreter poderemos refletir sobre nossos comportamentos no trabalho.

As piadas foram selecionadas  para começarmos bem a semana.

1.  SORTE

Chegaram 700 currículos à mesa do diretor de uma grande multinacional.
Ele diz à secretária:
- Pegue os 30 que estão no topo da pilha e chame-os para serem entrevistados. Jogue os restantes na máquina fragmentadora.
- O senhor está louco? São 670 pessoas! Talvez os melhores estejam lá!
Ele responde:
- Eu não preciso de gente sem sorte ao meu lado.

Moral da história: temos que planejar e adquirir conhecimentos, nos manter atualizado, mas precisamos ter sorte e transmitir a nossa sorte para outras pessoas. O que procuramos é reduzir o máximo o fator SORTE através de nossas competências.


2. EMPREGADO NOVO 

O gerente chama o empregado da área de produção, negão, forte, 1,90m de altura, 100kg, recém admitido, e inicia o diálogo:
- Qual é o seu nome?
- Eduardo - responde o empregado.
- Olhe, - explica o gerente - eu não sei em que espelunca você trabalhou antes, mas aqui nós não chamamos as pessoas pelo seu primeiro nome. Isso é muito familiar e pode levar a perda de autoridade. Eu só chamo meus funcionários pelo sobrenome: Ribeiro, Matos, Souza... Então saiba que eu sou seu gerente e quero que me chame de Mendonça. Bem, agora quero saber: qual é o seu nome completo?
O empregado responde:
- Meu nome é Eduardo Paixão.
- Tá certo, Eduardo. Pode ir agora...


Moral da história: como gerente precisa manter a empresa organizada, mas precisa se adaptar facilmente as flexibilidades muitas vezes inerentes ao trabalho.


3. PEDIDO DE AUMENTO

O jovem empregado vai à sala do diretor da empresa onde trabalha:
- Senhor diretor, vim aqui para lhe pedir um aumento. E adianto já que há quatro empresas atrás de mim.
Com medo de perder aquele promissor talento, dobra-lhe o salário, pois as empresas valorizam os funcionários quando eles recebem outras propostas.
- Mas mate-me uma curiosidade. Pode me dizer quais são essas quatro empresas?
- Sim, senhor. A Companhia de luz, a da água, a do telefone e o meu banco!

Moral da história: estratégia é tudo.


4. RACIOCÍNIO RÁPIDO I

Pra testar o caráter de um novo empregado, o dono da empresa mandou colocar R$ 500 reais a mais no salário dele. Passam os dias, e o funcionário não relata nada...
Chegando ao outro mês, o dono faz o inverso: manda tirar R$ 500 reais. No mesmo dia, o funcionário entra na sala pra falar com ele:
- Doutor, acho que houve um engano e me tiraram R$500 reais do salário.
- É? Curioso que no mês passado eu coloquei R$ 500 a mais e você não falou nada.
- É que um erro eu tolero, doutor, mas DOIS, eu acho um absurdo!


Moral da história: prepare-se para o inesperado, treine seu raciocínio, pense rápido, o mercado de trabalho atual não tolera muitos erros.


5. RACIOCÍNIO RÁPIDO II

Um funcionário estava viajando, a trabalho, e recebeu um e-mail de seu gerente, no qual estava escrito: "PORRA."
No dia seguinte, o funcionário respondeu o e-mail com a seguinte expressão: "FODA-SE"
Retornando ao escritório central, foi imediatamente chamado pelo gerente, que lhe disse:
- Você não tinha o direito de me responder daquele jeito! O meu e-mail era simplificado e o significado de PORRA é:
"Por Obséquio Remeter o Relatório Atrasado"
O funcionário argumentou:
- Eu sabia disso... e foi exatamente dentro desse espírito que lhe respondi FODA-SE, que significa:
"Foi Ontem Despachado, Amanhã Será Entregue".

Vai ter raciocínio rápido assim lá na PQP (Produção, Qualidade e Planejamento) .

Moral da história: seu gerente pode não entender seu recado, mas você precisa ter a resposta sempre.


Lembre-se a “oportunidade favorece a mente preparada”, frase de Louis Pasteur que demonstra o quanto é importante se dedicar ao que faz de melhor e que te ajuda a diminuir o fator sorte, e outra frase que adoro muito é “as pessoas que vencem neste mundo, são as que procuram as circunstâncias de que precisam e quando não as encontram, as criam” de Bernard Shaw.

Marcelo Cabral
Consultor

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More