Série ETIQUETA PROFISSIONAL - O Que Fazer (e Evitar) na Festa de Fim de Ano da Empresa

Veja dicas para evitar deslizes e ganhar pontos com o chefe na ocasião

Por Luiza Belloni Veronesi

Além de Natal e Ano Novo, a chegada do fim do ano também reserva confraternizações de empresas. O ambiente festivo, porém, exige certos cuidados com o comportamento para que a comemoração não manche sua imagem pessoal e profissional diante de seus colegas e gestores.

“Apesar das festas de fim de ano serem um momento de descontração, em que nos permitimos uma maior aproximação com alguns colegas e até com o chefe, não se pode descuidar da postura”, ressaltou o presidente da ABRH-RJ (Associação Brasileira de Recursos Humanos no Rio de Janeiro), Paulo Sardinha. Para ele, as atitudes neste tipo de ambiente devem ser as mesmas do ambiente profissional, mas com um pouco mais de descontração.

Um comportamento inadequado, uma roupa extravagante ou exageros no consumo de bebidas alcoólicas podem significar até a demissão do funcionário, mesmo que isso não ocorra imediatamente. Por outro lado, se souber agir de modo certo, sendo educado e condizente com as regras da empresa, somados a uma conversa agradável com todos da festa, pode contar pontos a seu favor.

“O colaborador tem que compreender que está em um ambiente em que, provavelmente, estará sendo observado por alguém que pode demiti-lo, e por isso deve ter atenção. O evento não serve para isso, mas propicia a avaliação do empregado em um momento em que ele acha que não está sendo observado”, alertou o presidente da associação.

O que fazer?

Para evitar situações vexatórias e que prejudiquem o seu futuro na empresa, Sardinha elaborou uma lista com dicas de comportamento em eventos corporativos:
Presença marcada

Deixar de ir à festa de fim de ano da empresa pode parecer desdém com os demais colegas de trabalho e com a companhia. Mesmo que só possa fazer uma breve presença, vá.

Traje

Apesar do clima de festa e descontração, optar roupas que você usa quando sai com amigos é um erro. “Discrição e sobriedade são fundamentais.”

Conversas

Ao tentar se aproximar de alguém com quem não tem muito contato no dia a dia, se apresente antes. Vendo reciprocidade, inicie uma conversa interessante, animada (não confunda com fazer piadas) e de conteúdo. Não fale sobre trabalho, este não é o momento para isso.

Coquetel/Buffet

Não haja como um faminto. Encher demais o prato e repetir diversas vezes é algo deselegante, “pega mal” e todos reparam.

Flerte

Se a empresa não proibir, vá em frente, mas com calma. Certifique-se de que o interesse é mútuo e não unilateral. “Ainda assim, caso seja correspondido, deixe os momentos de intimidade para outro local.”

Bebidas alcoólicas

Geralmente há bebidas alcoólicas à vontade, mas isso não quer dizer que você deva ir com muita sede ao pote. Ficar bêbado pode acabar com a sua reputação no trabalho e lhe garantir, além de má fama, uma possível demissão. A dica é beber um copo de água ou suco a cada dose de álcool ingerida e se alimentar antes de começar a beber. Respeite os seus limites.

Amigo secreto

Se tiver amigo secreto, fale de qualidades pessoais e profissionais e evite características negativas. "Não tente fazer piadas com palavras pejorativas e apelidos", acrescentou Sardinha.


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More