As 10 Principais Razões Para Profissionais Odiarem Seus Trabalhos

Funcionários desmotivados podem custar caro para uma empresa. Veja como empregadores deveriam resolver cada problema

Por O Globo 

Um estudo recente da Dale Carnegie Training mostrou que quase três quartos dos trabalhadores não estão totalmente engajados em seus trabalhos. A falta de envolvimento pode ser um sinal de insatisfação com o trabalho — e funcionários desmotivados podem custar muito caro para uma empresa. Ilya Pozin, fundador da Ciplex, uma companhia de web design e marketing de Los Angeles, listou, em artigo para o LinkedIn, as 10 principais razões, em ordem decrescente, para que profissionais odeiem seu trabalho (e como empregadores poderiam resolver os problemas).

Confira:

10. Eles pensam que “a grama do vizinho é mais verde que a sua”. Se os amigos do profissional estão tendo uma experiência incrível em outra empresa, por que ele não teria inveja? A transparência de benefícios para os funcionários em outras empresas, por vezes, podem levar funcionários a sonhar em trabalhar em outro lugar. Empresários devem ficar de olho no que as outras empresas estão fazendo e tentar se igualar onde for possível. Claro, nem sempre vai dar pra ficar em pé de igualdade com o Google, mas por que não tentar dar aos funcionários algo digno de se vangloriar?

9. Os valores dos profissionais não se alinham com os da empresa. A insatisfação será certa se os funcionários não acreditam na mesma coisa que a empresa. Se a companhia valoriza a criatividade e a colaboração, é fundamental fazer uma triagem baseada nesses valores no processo de contratação. Dar feedback regularmente também pode ajudar empresa e funcionários a ficarem em sintonia no que diz respeito às necessidades e valores do negócio.

8. Os profissionais não se sentem valorizados. Se a empresa não investe em fazer um "afago" nos seus funcionários, a felicidade deles ficará, por certo, afetada. Reconhecimento dá origem a lealdade. O que você, empresário, está fazendo para mostrar para seus funcionários que eles são valorizados membros da companhia? Isso não significa dar recompensas monetárias para cada realização - em vez disso, vale elogiar o trabalho regularmente e ocasionalmente lançar mão de uma recompensa por um desempenho incrível.

7. Insegurança no emprego. É fácil não gostar de seu trabalho quando você está preocupado se ainda terá o emprego daqui a alguns meses. Se a empresa está passando por tempos difíceis, busque ser transparente e trabalhe para manter o alto astral e o envolvimento de suas equipes. Ou os funcionários podem acabar deixando você por medo do futuro.

6. Não há espaço para desenvolvimento na carreira. Qual é a política da sua empresa para as promoções? Muitos funcionários acabam se sentindo desmotivados quando não há chance de avançar dentro de sua empresa. Sua empresa pode ser pequena, mas é importante para criar um plano para os funcionários crescerem com ela.

5. Eles estão insatisfeitos com o salário. Nada apaga mais a paixão que a sensação de receber menos que merece. Aumentar os salários dos funcionários pode ser algo fora da realidade em determinados momentos, mas o empresário deveria considerar perguntar a eles o que acham que deveria ser feito — a honestidade dos profissionais pode surpreendê-lo.

4. Há burocracia demais. As regras podem arruinar sua equipe. Nada é mais frustrante do que não ser capaz de tomar suas próprias decisões. Aumentar a autonomia dos empregados, dando-lhes espaço para atingir objetivos, é fundamental. Isto estabelece um nível saudável de confiança, produtividade e benefícios para a empresa como um todo.

3. Os funcionários não estão sendo desafiados. Seus funcionários estão numa busca constante de aprimorar suas habilidades através de seu trabalho. A empresa deve investir em descobrir se seus funcionários sentem que estão adquirindo bons conhecimentos. Se eles não estão se tornando melhores, certamente buscarão um lugar onde sentem que podem melhorar.

2. A paixão se foi. Há uma enorme diferença entre viver para o trabalho e trabalhar para viver. Seus funcionários amam o que fazem? O mercado de trabalho tem levado muitas pessoas a assumirem empregos que não amam. Concentre-se na contratação de funcionários completamente apaixonados e dê-lhes condições de manter sua paixão durante todo o seu tempo na empresa.

1. O chefe é um péssimo chefe. Má gestão pode arruinar até mesmo os funcionários mais apaixonados e bem remunerados. A empresa não pode deixar que uma péssima gestão e a falta de habilidades de liderança arruínem a unidade da sua força de trabalho. Você é autoritário? Crítico demais? É um mau comunicador? Se você tem empregados infelizes, a primeira coisa que você deve olhar é para seus hábitos de gestão. A próxima coisa a fazer é conversar com seus funcionários para investigar o problema.


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More