Apaixonados Pelo Trabalho


Autor: Samara Teixeira

O otimismo dos brasileiros é um ponto bastante positivo no mercado de trabalho, mas além deste traço cultural, de acordo com a pesquisa da Regus – empresa que disponibiliza espaços de escritórios para locação – os profissionais estão muito mais satisfeitos hoje, do que há dois anos atrás. Nesta matéria, vamos destacar os motivos que fazem 81% dos trabalhadores gostarem e se sentirem realizados com suas atividades.

A pesquisa revelou que a satisfação está principalmente no ponto de equilíbrio encontrado pelas pessoas, em que mesmo trabalhando mais horas durante a semana, conseguem dedicar o tempo necessário para sua vida pessoal, incluindo relacionamentos e família. Isso só está sendo alcançado, pois, as empresas também perceberam na prática que o funcionário feliz é mais produtivo e o risco de rotatividade é menor.

Segundo Guilherme Ribeiro, diretor geral da Regus no Brasil, “a cultura da empresa tem influências sobre como as pessoas se sentem, no que diz respeito as suas atividades profissionais. Por isso, o compartilhamento de experiências e habilidades, respeito e reconhecimento, podem fazer maravilhas pela autoestima no ambiente de trabalho. Na realidade, estas são medidas simples e sem custos, que geram retornos importantes”.

Atitudes como permitir que o funcionário gerencie seu próprio horário, reduzir o tempo de deslocamento e possibilitar ao empregado trabalhar de outros locais, ajudam a diminuir os níveis de estresse e, consequentemente, aumentam a produtividade. Estas atitudes representam uma mudança de mentalidade, que surgiu em sintonia com a realidade do mercado.

De acordo com Benedito Borghi, sócio-diretor da Lopes & Borghi Consultores Associados, “além da valorização dos recursos humanos que tem sua disposição no dia a dia, empresas inteligentes adotam ações motivacionais, levando-os ao sentimento de realização e felicidade não apenas no ambiente corporativo, mas, também, fora dele”.

Ações motivacionais fora da empresa, como plano de incentivo para educação continuada, ações comunitárias e programas de qualidade de vida que englobam ginásticas laborais, salas de recreação e descanso, representam um cuidado com o colaborador e fazem com que 83 % dos brasileiros – mesmo assumindo tarefas adicionais em seus cargos-, acreditem que aumentaram suas conquistas no ambiente corporativo.


0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More