Coluna do Marcelo - Você Escreve Bem?


Você escreve bem?

Já se perguntou sobre isso? Bem nos dias atuais, com acessos fáceis a informação é até contraditório, mas comece a se perguntar sobre o tema.

Na minha vivência em sala com turmas profissionalizantes percebo casos grosseiros de erros como:

Correto - Errado
empresa - inpresa e empreza
faz - fais
ao - al
certeza - certesa
alto - auto
chip - clip (e não brincadeira eu confirmei)
você - voçe (era empresária, pois deixou de ser, não por isso, mas...)

Isso para citar alguns. O que vejo é muita gente conseguindo terminar o ensino médio, mas com um grau de conhecimento muito baixo, estamos formando em nossas escolas "analfabetos funcionais", agora vamos considerar que parte deste pessoal irá conseguir ir para faculdade, mas o nível não será bem aproveitado.

Temos que pensar em melhorar nosso conhecimento na língua Pátria, pois para conseguir melhores aspirações profissionais, temos que está antenado não apenas as novas tecnologias, mas também devemos saber como redigir um bom email, um relatório, uma ata, uma proposta, etc.

Encontramos pessoas que sabem, possuem plena consciência de que não escrevem bem, e mesmo assim não fazem nada para mudar esta realidade. Como assim, isso mesmo, pessoas que poderiam mudar uma realidade apenas por tentar fazer algo melhor em seus textos, procurar reavaliar o que escreve. Sem falar no pessoal que sabe que é ruim em português e não procura sequer ler um livro.

Todos nós sabemos que ninguém nasce sabendo, então vamos começar. Abaixo cito algumas pequenas dicas que podem ajudar em seu novo caminho, sei que algumas vocês já ouviram, então esta na hora de começar a fazer e não apenas escutar.

Dicas:
  1. Escreva mais, até mesmo enquanto você conversa na internet tente escrever de maneira correta. 
  2. Leia mais, não apenas notas de rodapé em revistas e jornais, tente ler um livro, e comece por um livro pequeno como: "Cinco minutos, de José de Alencar"
  3. Agende um horário para você escrever, escolha um horário do dia e faça pelo menos a relação de suas atividades diárias. 
  4. Bloco de notas, sempre ande com um, desta forma em qualquer lugar que precisar poderá escrever algo. 
  5. Resuma, vai escreve e tem dificuldades, então resume, isso ainda vai fazer sua mente trabalhar melhor. 
  6. Arquive, escreveu algo guarde, você pode precisar fazer aperfeiçoamentos posteriores. 

Fonte da informação abaixo: Guia do Estudante

Trinta dicas "infalíveis" para escrever bem. As barbaridades que circulam na internet sobre o mau uso do idioma:

1. Deve-se evitar ao máx. a utiliz. de abrev. etc.

2. É desnecessário empregar estilo de escrita demasiadamente rebuscado. Tal prática advém de esmero excessivo que raia o exibicionismo narcisístico.

3. Anule aliterações altamente abusivas.

4. não esqueça as maiúsculas no início das frases.

5. Evite lugares-comuns como o diabo foge da cruz.

6. O uso de parênteses (mesmo quando for relevante) é desnecessário.

7. Estrangeirismos estão out; palavras de origem portuguesa estão in.

8. Evite o emprego de gíria, mesmo que pareça nice, sacou?? ...então valeu!

9. "Porra", palavras de baixo calão podem transformar seu texto numa "merda".

10. Nunca generalize: generalizar é um erro em todas as situações.

11. Evite repetir a mesma palavra, pois essa palavra vai ficar uma palavra repetitiva. A repetição da palavra vai fazer com que a palavra repetida desqualifique o texto em que a palavra se encontra repetida.

12. Não abuse das citações. Como costuma dizer um amigo meu: "Quem cita os outros não tem idéias próprias".

13. Frases incompletas podem causar

14. Não seja redundante, não é preciso dizer a mesma coisa de formas diferentes; isto é, basta mencionar cada argumento uma só vez, ou, por outras palavras, não repita a mesma idéia várias vezes.

15. Seja mais ou menos específico.

16. Frases com apenas uma palavra? Jamais!

17. A voz passiva deve ser evitada.

18. Utilize a pontuação corretamente especialmente o ponto e a vírgula pois a frase poderá ficar sem sentido será que ninguém mais sabe utilizar o ponto de interrogação

19. Quem precisa de perguntas retóricas?

20. Conforme recomenda a A.G.O.P, nunca use siglas desconhecidas.

21. Exagerar é cem milhões de vezes pior do que a moderação.

22. Evite mesóclises. Repita comigo: "mesóclises: evitá-las-ei!"

23. Analogias na escrita são tão úteis quanto chifres numa galinha.

24. Não abuse das exclamações! Nunca!!! O texto fica horrível!!!!!

25. Evite frases exageradamente longas pois estas dificultam a compreensão das idéias nelas contidas e, por conterem mais que uma idéia central, o que nem sempre torna o seu conteúdo acessível, forçam, dessa forma, o pobre leitor a separá-la nos seus diversos componentes de forma a torná-las compreensíveis, o que não deveria ser, afinal de contas, parte do processo da leitura, hábito que devemos estimular através do uso de frases mais curtas.

26. Cuidado com a hortografia, para não estrupar a língúa portuguêza.

27. Seja incisivo e coerente; ou não...

28. Não fique escrevendo (nem falando) no gerúndio. Você vai estar deixando seu texto pobre e estar causando ambigüidade, com certeza você vai estar deixando o conteúdo esquisito, vai estar ficando com a sensação de que as coisas ainda estão acontecendo. E como você vai estar lendo este texto, tenho certeza que você vai estar prestando atenção e vai estar repassando aos seus amigos, que vão estar entendendo e vão estar pensando em não estar falando dessa maneira irritante.

29. Outra barbaridade que tu deves evitar chê, é usar muitas expressões que acabem por denunciar a região onde tu moras... nada de mandar esse trem... vixi... entendeu, bichinho?

30. Não permita que seu texto acabe por rimar, porque senão ninguém irá agüentar, já que é insuportável o mesmo final escutar, o tempo todo sem parar.


Espero que o material acima possa ajudar você a melhorar, porque pra mim está sendo útil, e em outra ocasião em que você levante o questionamento: "Você escreve bem?", espero que a resposta seja outra.


Marcelo Cabral
Consultor


3 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More