Série SEU NEGÓCIO - Já na Sala

Você foi bem avaliado em uma competição de planos de negócios e um investidor pediu uma descrição detalhada. Veja aqui o passo a passo para elaborar a sua proposta.

Thiago Cid

INTRODUÇÃO >>> Defina a empresa. Qual serviço ou produto seu negócio oferece? O trecho introdutório não pode conter mais de duas sentenças para cada tópico. Quanto mais enxuta cada definição, melhor. “Vejo uma correlação grande entre a concisão e o conhecimento do próprio negócio”, diz Edson Rigonatti, do fundo Astella. 

SÓCIOS >>> Quem são os sócios e como contribuem para o negócio? Startups costumam ter duplas ou trios. Se for um negócio tecnológico, espera-se que as habilidades dos fundadores se complementem. O arranjo mais desejado é um especialista em gestão, um em vendas e outro em tecnologia. Além dos talentos, investidores querem conhecer o lado humano dos empreendedores. Quais são suas motivações? Há quanto tempo se conhecem? Gostam de trabalhar juntos? 

OPORTUNIDADES >>> Faça uma descrição detalhada do mercado. Quem são os clientes? Qual é a solução que pode atendê-los? Houve conversas com consumidores? Você pesquisou o mercado, leu análises setoriais e relatórios de grandes empresas sobre o nicho? Há duas formas de fazer isso: a teórica, por meio de leituras, pesquisas e estudos; e a prática: o empreendedor já foi conversar com o mercado. Mesmo sem recursos para pesquisas extensivas, outras ferramentas podem dar a dimensão da arena em que a empresa atuará. 

A GRANDE IDEIA >>> Demonstre a real necessidade do seu produto ou serviço. Se há de fato um problema para os clientes, o que garante que a sua solução vai resolvê-lo? E por que a sua ideia é melhor que a da concorrência? Que vantagens sua empresa oferece? “Muitas vezes, as pessoas não têm diferenciais competitivos, mas sabem como chegar lá. Isso é tolerável”, diz Rigonatti. 

CONCORRENTES >>> Quais são as empresas que competem com você? Elas têm investidores? Quais são as métricas usadas por eles para planejar o negócio? Como seu competidor dialoga com os clientes? Os investidores querem imaginar como a concorrência reagirá a um movimento seu e como será o seu contra-ataque. Quadros que comparam a empresa com o concorrente em categorias como preço, serviços, funcionalidades e base de clientes são eficientes. 

FONTES DE RECEITA >>> Como a empresa vai ganhar dinheiro? É importante que o empreendedor determine claramente quais serão as fontes de receita, de custos e os processos previstos no negócio. O material deve conter projeções de faturamento e utilizar as métricas mais disseminadas em cada setor. Os investidores querem ter certeza de que os candidatos são capazes de fazer os cálculos referentes ao negócio. 

APORTE >>> Um problema recorrente é a incapacidade de o empreendedor detalhar quanto precisa de investimento e qual será o uso do dinheiro. Nesta etapa, o investidor é mais rigoroso e quer segurança. “Mas, se gostamos do empreendedor e do projeto, ensinamos como refazer os cálculos”, diz Rigonatti.

Fonte: Pequenas Empresas Grandes Negócios
Fonte da imagem: gettyimages

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More