Como Evitar ser um Comprador Compulsivo

Compulsividade por compras, muitos possuem, mas não sabem, e você?


Hoje em dia está bem mais fácil ter um cartão de crédito, mas o grande problema é que se torna bem mais vulnerável ao fato de haver uma possibilidade de exceder os limites do cartão. Algumas pessoas não conseguem se controlar e acabam por comprar sem controle alguns utensílios desnecessários, isso já chega a ser um grande problema que atinge muitos brasileiros, um problema sério que exige tratamento. O nervosismo, ansiedade, tensão e um desejo incontrolável de saciar seu desejo, sem medir as consequências, uma doença chamada de compulsão, que faz com que o compulsivo tenha a necessidade de repetir a ação e que escapa de seu controle, assim ao matar esse desejo ele fica mais calmo e se sente mais feliz em viver. O problema é que o comprador compulsivo começa a dedicar sua vida a seus atos compulsivos e perde a noção dos danos que essa atitude causa a ele e as pessoas ao redor. Para alguns compulsivos que conseguem se controlar precisam reforçar este controle, senão depois de algum tempo essa vontade de se entregar ao impulso volta.
Uma das teorias mais aceitas defende que a compulsão é resultado da combinação de vários fatores, podendo envolver alteração nos níveis da serotonina (mensageiro químico do cérebro ligado a sensação de bem-estar e satisfação), dificuldade em lidar com a frustação e de se proporcionar prazer. A compulsão seria a busca de satisfação para: angustia, o stress, carência afetiva ou familiar, entre outros.
É muito difícil se auto diagnosticar como comprador compulsivo, a doença é muito complexa, dificultando uma auto avaliação, necessitando sim de um profissional especializado para diagnosticar se o paciente é um comprador compulsivo. Como exemplo: existem pessoas que mesmo dentro de um carro em movimento conseguem analisar minuciosamente um casaco bege em um manequim dentro da loja e se sentir atraído pelo mesmo. Essa capacidade mais desenvolvida ajuda manter ou mesmo maquiar a compulsividade.

O que precisa ficar claro é que comprar é um "orgasmo" psicológico, temos que saber que a maioria sente prazer em comprar, o problema é que a compulsividade torna este ato de comprar uma doença que sempre começa como simples prazer e satisfação, e em alguns casos uma fulga dos problemas reais que enfretamos no dia a dia.
Podemos identificar os principais sintomas da compulsividade por compras, abaixo temos alguns deles. Pergunte a você mesmo se os sintomas abaixo recaem sobre você, se suas respostas forem afirmativas para a maioria das opções abaixo, se cuide, pois isso será um sinal de alerta.
Principais sintomas: 
  1. Sensação de felicidade e estase ao saber que sua compra foi aprovada e/ou ao sair com sacolas de lojas; 
  2. Admiração por vitrines e manequins; 
  3. Perspicácia ao analisar com detalhes o interior de uma loja em pequeno intervalo de tempo;
  4. Parcelamento de dividas de faturas anteriores, ou, até mesmo, pagamento mínimo constante;
  5. Comprometimento de dinheiro de outras despesas em coisas desnecessárias;
  6. Medo de não comprar e perder algo que parece ser tão necessário;
  7. Atração por parcelamento devido a ilusão do “ Dividimos sem Juros no Cartão”;
  8. Estourar limite do cartão, pensar em aumentar o limite ou, quando isso não for possível gastar em carões alheios ou se envolver em empréstimos bancários para quitar dividas inadimplentes;
  9. Vontade de presentear pessoas queridas fora de tempo;
  10. Sentimento de perda quando se pensa em cancelar ou quebrar o cartão;

Como evitar a compulsividade
Abaixo seguem algumas dicas para conseguir evitar a tentação, e controlar a compulsividade por compras:  
  • Evite entrar em lojas ou centros comerciais nas ocasiões em que estiver triste, ansiosa ou desanimada. 
  • Não faça das compras o seu passatempo ou meio de lazer. Procure outras atividades que possam te manter feliz. 
  • Para cada item que pensar em comprar pergunte a si mesma se está realmente precisando disso. 
  • Estabeleça limites para os seus gastos com certos itens por mês, e seja disciplinada.
  • Se tiver que sair para ir às compras, vá acompanhada por quem possa te ajudar a se controlar, pessoa em que você realmente confie.
  • Não ande no seu dia a dia com vários cartões de crédito, tenha apenas um para emergências e este não tenha um limite algo, apenas o suficiente para pequenos valores. 
ATENÇÃO: A compulsividade por compras é considerada uma doença caracterizada pela mudança de comportamento, antes, durante e depois das compras, existe tratamento. Dessa forma, fique atento aos sinais acima e procure um especialista se for necessário.

E se todas as tentativas falharem, quebre os cartões e procure ajuda com profissionais que irão ajudar você a ter domínio sobre seus desejos de compras.

por Marcelo Cabral (adaptação e complemento)

Fonte das imagens: gettyimages

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More