Série ETIQUETA PROFISSIONAL - Etiqueta Globalizada

A etiqueta surgiu na corte francesa do século XVII, na forma de pequenos bilhetes escritos pelo rei Luís XIV para ensinar os convidados a se comportar nas cerimônias. Mais de 300 anos depois, o mundo transnacional dos negócios não sobrevive sem ela. Para fechar um contrato em qualquer canto do mundo ou participar de um simples jantar de trabalho, todo cuidado é pouco para evitar gafes. Pensando em orientar os executivos sobre a melhor estratégia para garantir boas transações, segue abaixo algumas dicas.


As dicas de coisas práticas

1. Não falar com argentinos sobre a Guerra das Malvinas ou com egípcios sobre Israel.
2. Em Hong Kong, as negociações poderão fracassar se quem liderar as tratativas tiver menos de 50 anos – os chineses associam a sabedoria a idades superiores a essa.
3. Que pontualidade é fundamental nos Estados Unidos.
4. Presentes pessoais na China correm o risco de ser considerados suborno.
5. Na Bélgica é preciso bater à porta antes de entrar. Em qualquer lugar do mundo, essa é apenas uma regra de boa educação.

O Brasil é visto como um país onde os atrasos são freqüentes e a informalidade nas relações uma regra.

Para não passar vexame

Algumas dicas do guia para os homens de negócios

China

Evite sapatos de salto alto

Japão

Os japoneses preferem acordos orais a escritos. Evite fazer pressões para assinar documentos

EUA

Prepare-se para acordar cedo. O café da manhã é geralmente às 7 horas

Índia

Não use roupas de couro. As vacas são animais sagrados no país

Países muçulmanos

Quinta e sexta-feira são dias sagrados e os escritórios geralmente não abrem. A bebida alcoólica é proibida. Cuidado ao conversar com mulheres

Rússia

Nunca fale sobre religião ou sobre a monarquia

México

Colocar os papéis do negócio em cima da mesa pode ser considerado rude

Egito

Documentos devem ser datados com base no calendário gregoriano (ocidental) e na Hégira (islâmico)

Conselhos sobre o Brasil

Como os estrangeiros vêem o país

• Quanto mais alto for o cargo, maior será o atraso do executivo

• Refeições de negócios são longas. Pelo menos duas horas de almoço e três de jantar

• Não vá direto ao ponto e não saia correndo ao fim da reunião. Conversas informais são comuns

• Os brasileiros não são hispânicos e o português é a língua oficial do país


Fonte de consulta: Revista Época

1 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More