Série SEU NEGÓCIO - Capital de giro

Uma das principais causas de mortalidade de empresas é a falta de capital de giro! Assustador não é?! Por isso é tão necessário entender este conceito e saber como se prevenir para utilizá-lo adequadamente e não prejudicar sua empresa.

O capital de giro é a parte investida na empresa que fica alocada no estoque, no caixa, nas contas a receber, ou banco, é o capital que fica disponível para as necessidades da empresa.

Para abrir um empreendimento você deve ter capita de giro, que é tão importante quanto o capital imobilizado (aquele que é o investimento fixo da empresa). É de extrema importância manter-se atualizado quanto ao capital de giro, ele forma-se a partir das necessidades do mercado consumidor, que por sua vez não são constantes, estão sempre mudando em quantidade ou itens.

Para administrar o capital de giro o empreendedor deve avaliar e decidir qual o melhor momento e método de compra / venda, o que sobra e o que falta no caixa, essa análise é essencial para manter um negócio.

Imagine-se sendo proprietário de uma empresa com pouco capital no caixa e fazendo ótimas vendas á prazo, e quando for repor o estoque, seu fornecedor não lhe dá o prazo que você concedeu ao seu cliente, então não terá dinheiro disponível para comprar, fez bom negócio, mas não soube administrar o capital de giro, sua empresa, portanto foi mal administrada e pode entrar em dificuldade. Este é só um exemplo bem simples, em uma empresa a análise é bem mais complexa, além de estudar e saber administrar todos esses fatores, vendas, compras, prazos, caixa, estoque, capital, é bom que o empreendedor tenha algum capital disponível para eventuais imprevistos, tudo isso faz parte da manutenção e sobrevivência da empresa.

A dica é ter um bom controle de estoque, e ficar atento quanto ao desconto de cheques pré-datados e duplicatas, controlando o prazo médio de recebimento e prazo médio de pagamentos.

Daremos um exemplo simplório, mas que ajudará a entender como funciona o capital de giro.

Ex: Vamos supor que você compre sempre com 30 dias e venda com 90 dias e que você financie suas compras (não há desconto de cheques e nem antecipação das vendas à cartão). Sua necessidade de estoques é para um mês (considerando tempo de reposição, vendas, estoque mínimo). Suas vendas mensais são de 50mil.

Logo, sua necessidade de capital de giro seria:

Estoque para 1mês= 50mil + Capital para financiar vendas a prazo = 150mil (50mil x 3 meses) – Compras a prazo = 50mil => 150mil.

Ainda é necessário adicionar ao capital de giro a previsão de gastos necessários a operação da empresa no mês.

Algumas empresas trabalham com compras somente a vista e vendas a prazo, logo é muito importante calcular adequadamente o capital de giro, como no caso dos postos de gasolina e farmácia.

Uma maneira de conseguir mais “fôlego” para a empresa é administrar o prazo médio de pagamentos e prazo médio de recebimento para serem iguais ou perto disso, assim a necessidade de capital de giro diminui substancialmente. Outra forma é verificar a viabilidade em antecipar as vendas a prazo (duplicatas a receber, cheques pré-datados, vendas à cartão).

Nosso guia de “Como Abrir Um Negócio” conta com uma planilha que faz todos estes cálculos automaticamente.

Boa sorte!

Fonte: Novo Negocio


Ótimo site para pesquisa, o Blog do Cabra recomenda.

1 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More