Como Contratar a Equipe Certa Para o Trabalho Remoto

Para a empresa virtual dar certo, contratar profissionais já experientes e determinar um período de avaliação são importantes

Por O Globo

À medida que o mundo digital está tornando o mundo real cada vez menor, mais e mais empresas estão deixando de lado a ideia de ter um escritório tradicional e optando pelo trabalho remoto.

Embora essa estratégia possa reduzir os custos em geral, como o aluguel de um espaço físico, e permitir uma maior expansão e flexibilidade, não é nada fácil. Há cinco anos, ao decidirem abrir sua empresa, David e Carri McKeegan, donos da Greenback Expat Tax Services, sabiam que a trajetória seria arriscada, principalmente porque a ideia era começar o negócio independentemente de sua localização. Como contam em artigo publicado pelo site Entrepreneur.com, o maior desafio foi encontrar a equipe certa, porque enquanto muitas companhias contam com um staff operando remotamente de várias localidades, são poucas as que têm uma força de trabalho inteira operando nos cinco continentes, com múltiplos fusos horários e atendendo clientes em mais de 100 países.

“Aprender a gerir e recrutar pessoal para nossa empresa virtual foi particularmente complicado, mas acabou dando tudo certo”, contam.

Para facilitar o trabalho na hora de recrutar bons profissionais num contexto virtual, David e Carri McKeegan listaram algumas dicas:

Contrate apenas pessoas com experiência de trabalho significativa. Enquanto os recém-graduados trazem uma enorme energia e entusiasmo para um ambiente de escritório, os funcionários virtuais precisam ter experiência profissional e maturidade pessoal para trabalhar de forma independente. “Durante as entrevistas, perguntamos às pessoas como resolveriam determinado problema. Se a primeira reação for pedir ajuda antes de tentar por conta própria, sabemos que não vão ter sucesso em trabalhar de forma remota”, explicam. A maior desvantagem em apenas contratar profissionais experientes são os custos de pessoal mais elevados. No entanto, os profissionais aptos a trabalhar virtualmente compreendem que, embora suas realizações passadas lhes garanta um salário mais alto em um escritório tradicional, no teletrabalho uma remuneração menor é compensada pelos benefícios de trabalhar em casa, como horário mais flexível e não ter gastos com deslocamentos longos e demorados nas grandes cidades, por exemplo. “Temos sido capazes de contratar pessoas extremamente qualificadas que estariam fora de nosso alcance caso optássemos por um escritório tradicional”.

Determine um período de avaliação para os novos funcionários. Já que é tão difícil avaliar uma nova contratação remotamente e é essencial para o negócio contratar as pessoas certas, que tal determinar um período de avaliação para verificar se o novo funcionário se ajusta às funções antes de contratá-lo efetivamente? Durante este período experimental, cada um terá objetivos específicos, nada muito complexo, para ver como trabalha em equipe, qual sua capacidade de cumprir tarefas de forma independente e seus conhecimentos sobre o assunto. Se durante este tempo o profissional não se adaptar ao trabalho, é só desfazer o contrato de experiência. Uma má contratação pode prejudicar a equipe e comprometer a produtividade, ainda mais quando se trata de teletrabalho.

Determine parâmetros para o processo de contratação de novas pessoas. Só gaste tempo e energia para recrutar as pessoas que realmente queiram trabalhar na empresa e que vão agregar valor ao negócio. Assim, busque formas de barrar candidatos que não se incluam no perfil desejado. No caso da Greenback, a equipe tem descrito o processo de contratação como uma busca “pelo corredor polonês”. Antes de agendar entrevista, peça aos candidatos para responderem um questionário de avaliação para saber mais sobre sua personalidade e conjunto de habilidades. No caso da empresa dos McKeegan, como a maioria dos profissionais são contabilistas, há um teste para mostrar como lidam com o estresse e outro para mostrar seus conhecimentos práticos, que inclui duas declarações de imposto de renda. Só depois disso os candidatos são convidados para uma série de quatro entrevistas. Os profissionais devem entregar uma carta de apresentação e o currículo, e se um deles — sejam quais forem suas credenciais — não fornecer tais documentos, sua possível contratação é revista.


Fonte da imagem: clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More