Odeio Meu Emprego

Autor: Roni Silva

Todo trabalhador passa pelo menos um terço de seus dias trabalhando, por isso, gostar do que se faz é importante, mas isso não ocorre em muitos casos e estar incomodado com o dia a dia no emprego acaba resultando em queda de desempenho, desânimo e até em problemas de saúde como o estresse.

O mercado de trabalho é cada vez mais expansivo e a variedade de opções pode ser um dos motivos para que você fique em dúvida sobre o que realmente quer e o que gosta, por isso, ter autoconhecimento é fundamental na área profissional. É preciso ter metas, saber o que motiva e aonde quer chegar, não adianta trocar de emprego várias vezes e não entender quais são os seus anseios profissionais.

Outro fator importante é entender o que incomoda no emprego atual. Pode haver vários motivos como: insatisfação com a área, perfil incoerente para as funções, divergências com os valores e filosofia da empresa, entre outros. É necessário identificar quais os fatores que geram o descontentamento antes de agir, nem sempre o pedido de demissão resolverá tudo.

Caso a troca de emprego seja mesmo a melhor decisão faça um plano de carreira, cadastre e/ou atualize o seu cadastro em sites de busca de emprego, amplie os seus contatos, e invista em formação. É importante sair com elegância e deixar as portas abertas, afinal uma experiência sempre será uma referência.

Segundo Maurício Sampaio, especialista em orientação educacional e vocacional, o dinheiro ainda é o motivo principal para que as pessoas continuem em um emprego mesmo o odiando. Porém, quando um profissional leva em consideração apenas a sua remuneração, o mesmo tende a se decepcionar, pois com o tempo acaba percebendo que só o dinheiro não é capaz de motivar e satisfazer.

O especialista ressalta também que é normal pensar nas melhores opções para o nosso futuro, mas é preciso ser realista e entender que sempre haverá pontos negativos e positivos em todas as áreas da vida e a profissional não foge a regra. É necessário balancear estes pontos, os positivos devem ter grande vantagem, mas também haverá os negativos. Além disso, ser otimista é importante, afinal as organizações buscam cada vez mais opções para valorizar e satisfazer seus colaboradores, o que aumenta a chance de encontrar uma oportunidade adequada.


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More