Um Guia Para Reduzir o Estresse de Pessoas Ocupadas

A pessoa ocupada talvez não tenha tempo para retiros de meditação de uma semana, mini-férias ou sessões semanais de aconselhamento. Então, o que pode ser feito?


Por Leo Babauta

Estresse é uma das maiores causas de problemas de saúde na vida de muitas pessoas: pode causar doenças cardíacas, depressão, ataques de ansiedade, problemas de sono, doenças auto-imunes, problemas de peso e mais.

Mas somos ocupados demais. Falta tempo para cuidarmos de nós mesmos. Como podemos diminuir os níveis de estresse enquanto fazemos nosso trabalho, cuidamos de nós e da nossa família?

A pessoa ocupada talvez não tenha tempo para retiros de meditação de uma semana, mini-férias ou sessões semanais de aconselhamento. Então, o que pode ser feito?

Eu vou ser breve sobre isso: há cinco pequenas coisas que você pode fazer. Algumas mudanças na mentalidade, algumas ações que levam poucos minutos. Essas coisas não vão resolver a maioria dos problemas com o estresse, mas irá ajudar a maioria de nós.

1. Esteja completamente em uma única tarefa. Em vez de ficar no modo estressante de mudar constantemente de atividades, esqueça todo o resto e apenas se concentre naquele momento em uma tarefa. Deixe-se imergir nessa atividade, deixando de lado toda a sensação de que você precisa fazer aquilo o mais rápido possível, que você precisa fazer a próxima coisa. Sempre haverá uma próxima tarefa - a natureza da lista de afazeres é que ela nunca acaba. Então deixe essas outras atividades virem depois. Apenas esteja em uma tarefa, como se ela fosse todo o seu universo.

2. Reveja seus ideais e livre-se do controle. O medo está deixando você estressado, não fatores externos como o seu trabalho ou problemas familiares. Essas coisas externas são partes da vida, mas elas se tornam estressantes quando você teme o fracasso, teme que as pessoas não gostem de você, que não é bom o suficiente, teme o abandono e assim por diante. Esse medo é baseado em algum ideal (e você teme não atingir esse ideal): você tem uma imagem de que vai ter sucesso, ser perfeito, que as pessoas gostarão de você, estar confortável o tempo todo. Esses ideais são uma maneira de estar no controle de um mundo que, na verdade, você não controla, mas eles estão ferindo você e causando medo e estresse. Em vez disso, desapegue do controle. Fique bem com o caos e incertezas e confie que as coisas irão dar certo. Você irá temer menos e se estressar menos.

3. Aceite as pessoas e sorria. Nós ficamos decepcionados com outras pessoas porque elas não correspondem aos nossos ideais de como deveriam agir. Em vez disso, tente aceitar os outros pelo que eles são e reconheça que eles são, como você, imperfeitos, estão em busca de felicidade e lutando para encontrar a felicidade. Eles estão dando o melhor de si. Aceite-os, sorria e aproveite o seu tempo com essas pessoas.

4. Dê uma caminhada. Quando as coisas estão ficando estressantes, tire 2 ou 3 minutos para caminhar e clarear a mente. Uma breve caminhada faz maravilhas.

5. Faça pequenas atividades de atenção plena. Você não precisa meditar por 30 minutos para colher os benefícios da atenção plena. Você pode fazer uma rápida análise do seu corpo (ver como ele está se sentindo no momento) em 10 segundos. Pode prestar atenção em sua respiração por 30 segundos. Pode observar seus pensamentos, medos e ideais em um minuto. Pode andar conscientemente, prestando atenção ao seu corpo, seus pés, sua respiração, o seu entorno e em como você anda. Você pode fazer cada um desses tipos de práticas para a consciência plena em pequenos intervalos ao longo do dia.

E além: se você tem um tempo extra depois de fazer todas essas coisas, tenho algumas outras recomendações que irão lhe ajudar. Elimine tarefas desnecessárias da sua lista de afazeres, reduza os seus compromissos ao dizer não para as pessoas, comece a meditar por 5 minutos regularmente, coma coisas saudáveis, exercite-se, passe algum tempo de qualidade com as pessoas queridas, durma mais, beba chá.

Eu notei que muitas pessoas lidam com o estresse de maneiras não saudáveis - álcool, cigarros, drogas, alimentos não saudáveis, atacando outras pessoas, assistindo TV, procrastinando. Ironicamente, tudo isso causa ainda mais estresse. Em vez disso, aprenda a agir sem esses apoios.

Tradução: Lívia Maria 

Texto originalmente publicado no blog Zen Habits e gentilmente cedido para tradução e reprodução pelo autor. 
Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More