6 Dicas Pra Enfrentar os Desafios de Ser Empreendedor

Autor do livro “Carreira 360°”, Célio Antunes conta como teve fôlego para superar uma série de desafios e seguir adiante

Por Fabiano Candido com Marina Salles

Célio Antunes, fundador do Grupo Educacional Impacta Tecnologia, não tem medo de errar. Em sua vida pessoal e profissional, o empreendedor passou por grandes desafios que tornaram sua empresa ainda mais forte. Com 25 anos de Impacta, ele defende que “nada é impossível” no mundo dos negócios.

Em uma palestra, realizada em São Paulo, ele explicou como encarar os desafios e, claro, deu dicas para vencê-los. Conheça as estratégias logo abaixo e saiba como traçar uma jornada de sucesso.

Conheça seu público-alvo. Aos 9 anos, Antunes deu os primeiros passos em direção a uma carreira empreendedora. Nessa época, ele criou um jornalzinho de fofocas. “Aprendi datilografia e decidi montar um jornal. ‘O Globinho’ fez sucesso entre as mães das minhas amigas. Lembro que elas ficavam felizes quando eu chegava; davam uma moeda pelo jornal e iam correndo se informar sobre o que as filhas andavam fazendo”. As notícias eram principalmente sobre os novos namoros e paqueras da escola – um assunto que interessa muito às mães. O negócio teve fim quando um grupo de meninas foi atrás do pequeno empreendedor e rasgou seu caderno de anotações. Ele não parou por aí.

Defina um projeto de vida. Com 17 anos, Antunes contraiu hepatite B e ficou três meses de cama. Em uma época em que as opções para se divertir estavam no convívio com os colegas na rua, seu pai achou melhor mantê-lo com a cabeça ocupada. Comprou, então, uma pilha de livros para o filho. E foi assim que Antunes descobriu a receita para colocar suas metas no papel. Depois de ler um desses livros, que falava sobre a necessidade de fazer planos para o futuro, o jovem escreveu seus objetivos. Mais de 30 anos depois, ele afirma que não errou em muitas das previsões.

Seja precavido. Apesar de ser uma pessoa desconfiada de que as coisas nem sempre dão certo, Antunes um dia foi contra seus preceitos. Ele que, desde a juventude, deixava de atravessar a rua enquanto não via todos os carros parados e só comprava passagens de avião nos lugares do fundo (para aumentar suas chances de sobreviver em caso de queda), viu seu negócio quase ruir por deixar escapar um detalhe.
“Hoje em dia, antes de assinar qualquer papel consulto o meu advogado, mas nem sempre foi assim”. No inicio da carreira, o empreendedor conta que alugou um espaço de 1200m², reformou todas as instalações e quando foi começar a operar descobriu um problema. “Com uma semana de funcionamento, fui informado de que teria que sair do prédio”. Na convenção condominial constava um artigo proibindo a realização de cursos de qualquer natureza naquele espaço. Apesar do choque, ele conseguiu mudar a sede da empresa em 40 dias e, a duras penas, pagar pela reforma do novo piso que encontrou.

Não desista nunca. Já na nova sede da Impacta, o empreendedor ainda teria muito que aprender. Depois de confirmar a entrega de seus folhetos de divulgação no novo endereço, ele teve uma péssima surpresa. “O entregador deixou as caixas com o material na parte de dentro do prédio, perto de uma mureta e quando eu finalmente tive tempo de ir procurar os pacotes, eles não estavam mais lá”. Antunes diz que não dormiu naquela noite. “Eu estava quase falido por conta da mudança e não queria ter que pagar de novo também pelos folhetos. Levantei no meio da madrugada e fui tentar achar o local para onde iam os caminhões de lixo”. Depois de dirigir por um bom tempo, ele encontrou o galpão de despejo ainda aberto. “Vi umas luzes e achei que podia ser ali. Os caminhoneiros me ajudaram a procurar as caixas e no fim encontrei tudo intacto”. Em sua caminhonete, Antunes levou o material de divulgação de volta para a empresa.

Tenha iniciativa. Como se as dificuldades não fossem suficientes, o empreendedor ainda teve que lidar com uma greve da Telesp, antiga operadora de telefonia de São Paulo, no momento da mudança de sua sede. Antunes tinha 25 linhas telefônicas e dependia delas para fazer contato com seus clientes. “Eu precisava do telefone até para mandar os contratos por fax. Fiquei desesperado e liguei para todos os meus amigos perguntando se alguém não conhecia um funcionário da Telesp. A empresa ainda era pública e a última greve de funcionários tinha durado 40 dias”. Falando com uma pessoa e outra, ele chegou a um amigo que tinha um conhecido na Telesp, com quem jogava tênis. Foi assim que Antunes conseguiu o contato de, ninguém mais, ninguém menos, do que o diretor geral da empresa. “E aquele senhor se convenceu a me ajudar, ele ligou para um técnico e na manhã do dia seguinte eu tinha as instalações feitas, as 25 linhas funcionando”.

Mantenha a cabeça nas nuvens e os pés no chão. Passados os primeiros problemas, Antunes decidiu que era a hora de ampliar sua operação. Ele convidou um funcionário do Ministério da Educação para ir até o seu local de trabalho e apresentou a proposta de montar a Faculdade Impacta. “Ele disse que eu era louco e que ainda faltava uma longa estrada para alcançar esse objetivo”. Anos mais tarde, os dois voltaram a se encontrar e Antunes contou para ele que sua empresa já oferecia mais de 300 treinamentos, 40 certificações e que tinha se transformado também em uma faculdade e um colégio de nível técnico. “Quando seguimos nossos valores, conseguimos traçar um propósito maior”, afirma o empreendedor.


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More