10 Passos Para Driblar a Falta de Dinheiro e Ter Mais Prosperidade

A falta de dinheiro é um desses problemas em que, muitas vezes, a mente convencional não nos ajuda muito

Um dos maiores obstáculos de quem está infeliz no trabalho ou carreira e tem vontade de mudar de vida é a falta de dinheiro. E a falta de dinheiro, além de ser um problema porque adia ou mesmo impede a mudança de vida, causa um efeito ainda mais grave: o seu alinhamento com a energia da escassez.

Uma das características do universo é a abundância, uma infinidade de potencial e possibilidades. E como nós fazemos parte do universo, a nossa vida funciona muito melhor quando estamos alinhados com a vibe do todo: o que eu chamo de “vibe correta”, que é a vibe da abundância.

Mas como se alinhar com a vibe da abundância quando estamos sem dinheiro?

Diante de situações como essa, uma reação muito comum é ficarmos paralisados pelo medo e não fazermos nada. Ou ficarmos pensando no que pode ser feito. Mas, na maioria das vezes, a mudança só acontece quando nos colocamos em movimento. Grande parte dos nossos problemas na vida simplesmente não podem ser resolvidos de forma intelectual, usando a nossa mente.

A falta de dinheiro é um desses problemas em que, muitas vezes, a mente convencional não nos ajuda muito. Se hoje você está se sentindo falido – que é uma sensação horrível, por sinal – e pra todo lado que você olha, tudo o que você pensa é “não tenho dinheiro”, provavelmente você está também se sentindo bem frustrado ou até mesmo deprimido.

Vou dar algumas sugestões, hoje, para você sair do pensamento de “não tenho dinheiro” para “talvez eu tenha dinheiro”. Talvez você vá até mais longe e, ao final desse texto, pense: “eu tenho o dinheiro!”.

1. Venda alguma coisa que você não usa maisa Desapegar de jóias antigas, coisas que estão guardadas há muito tempo, coleções e coisas que já não serve mais pra você pode não só destralhar a sua casa, mas também ajudar você a conseguir algum dinheiro. Volta e meia, quando percebo que tem algo na minha casa que não quero mais, não tenho o menor pudor em transformar meu Facebook em Classificados. A última experiência foi quando parei de beber e, claro, me dei conta de que não precisaria mais ter uma adega em casa. Resultado: um post e algumas horas depois, tinha feito R$1 mil, me livrando de uma coisa que não tinha mais utilidade nenhuma na minha vida. E ainda fiz espaço pra colocar um par de atabaques novinho que eu estava a fim de comprar. Win-win!

2. Aumente seus preços

Se você já tem um negócio funcionando, e oferece produtos ou serviços, você precisa considerar aumentar o seu preço. Sempre pergunto para os meus alunos: se você aumentar seu preço 100%, você vai perder mais da metade dos seus clientes? Se a resposta for não, a solução é simples: aumente! Muitas vezes, meus alunos ficam com medo de perder clientes, mas às vezes perder clientes pode ser uma coisa BOA: se você vai ganhar o mesmo dinheiro atendendo a metade das pessoas, isso significa mais tempo livre! E se tem uma coisa que me deixa ainda mais feliz do que fazer dinheiro fazendo aquilo que amo é fazer tempo!

3. Promova para seus atuais clientes

Se você for aumentar seus preços, você pode avisar para os seus clientes já existentes que você vai aumentar a partir da data x, mas que para os clientes antigos você vai oferecer um preço especial. Então, por exemplo, se você for aumentar a sua hora de 100 para 200 reais, você pode oferecer uma hora de 150 reais para seus atuais clientes. Com isso, ao mesmo tempo você aumentou o seu preço AND eles ficaram felizes por ter um valor diferenciado.

4. Crie um pacote para seus atuais clientes

Pra quem trabalha com serviços, um movimento muito bom é sair da cobrança por hora e começar a oferecer pacotes. Então, em vez de oferecer uma sessão de massagem, de coaching, ou de consultoria, você oferece um pacote de várias sessões, oferecendo um pequeno desconto no valor da sessão única. Dessa forma, você já recebe antecipadamente o valor de várias sessões e consegue não só se capitalizar, mas também organizar a sua agenda de trabalho com mais antecedência.

5. Faça uma vaquinha: crowd-funding

Tem um montão de sites hoje que permitem que você mobilize os seus amigos e leitores e faça a famosa vaquinha pra realizar o seu projeto. As pessoas costumam ser muito generosas quando elas entendem “o que” e “por que” você está pedindo ajuda.

6. Antecipar o pagamento de uma conta mensal

Essa é uma estratégia mais difícil se você estiver totalmente falido, mas possível se você estiver ainda com um pouquinho de grana. O resultado dela é a longo prazo, mas você pode conseguir um bom dinheiro. Você pode perguntar ao seu locador, ou na escola do seu filho, se há um desconto se você pagar 3, 6 ou 12 meses antecipado. Quando eu morava em São Paulo, a escola do meu filho dava um desconto bem alto para quem pagasse a anuidade em vez de mensalidades, e com isso eu ganhei uma ótima grana. Dica pra quem está com pouco dinheiro: essa estratégia não se limita às suas contas grandes. Pode ser que você consiga negociar dessa mesma forma com seu personal trainer, sua diarista, o professor particular do seu filho. (Percebeu como essa é a estratégia de “criar um pacote para os seus clientes”, só que ao contrário?) 

7. Dívidas perdidas

Alguém, em algum lugar, deve algum dinheiro pra você. Pode ser um amigo, ou um cliente, mas o importante é que chegou a hora de você ligar pra ele. Se você deixa o seu dinheiro parado por aí na mão dos outros, a mensagem que você está enviando para o universo é de que você não está precisando de nada.

8. Porquinho esperto

Em cima da minha geladeira, eu tenho uma jarra onde coloco todos os dias as minhas moedas. Talvez você tenha uma parecida. Uma vez, li uma dica interessante sobre cofrinhos: colocar esse dinheiro no banco em vez do porquinho. Se você se comprometer a, toda semana, colocar em uma poupança todas as moedas E todo dinheiro ou cheque abaixo de R$30 que estiver dando sopa pela casa, você vai se surpreender com quanto dinheiro você consegue juntar aos poucos. Pensa que você ia acabar gastando esse dinheiro em besteira, sem nem sentir.

9. Se ofereça pra fazer o que você faz bem, remuneradamente

O que você faz sem esforço nenhum? Organiza festas? Arruma a casa? Brinca com as crianças? Administra página do Facebook? O que quer que seja, esteja certo de uma coisa: tem alguém no mundo que contrataria você pra fazer exatamente essa coisa. No começo, pode ser esquisito ganhar dinheiro pra fazer coisas que são tão “fáceis” pra você, mas essas são justamente as coisas pelas quais você pode cobrar mais caro, porque você faz mais rápido e melhor do que a grande maioria.

10. Se ofereça pra fazer o que ninguém quer fazer

Se você estiver disposto a fazer aquilo que as pessoas em geral detestam fazer, você vai ser contratado imediatamente. Pense em contadores fazendo declaração de imposto de renda. Foi assim, também, que surgiram os passeadores de cachorro, personal organizers, etc.


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More