8 Passos Para Recrutar Funcionários Pela Internet

A web oferece vários canais de comunicação entre empregadores e candidatos; saiba o que fazer para escolher a pessoa ideal

Da Redação

Foi-se o tempo em que pessoas andavam por aí procurando emprego. Da mesma forma, nenhum empreendedor pode esperar que uma resma de currículos caia em sua mesa. Hoje, a internet facilitou bastante o contato entre empregador e candidato. Por outro lado, a web oferece tantas opções de sites de seleção de pessoas que fica difícil saber se a escolha por uma determinado candidato foi mesmo a correta.

O site da revista Entrepreneur relacionou alguns pontos que devem ser levados em conta pelos empreendedores que procuram seus funcionários pela internet. Além de divulgar a vaga, é necessário divulgar o posto de trabalhos nos lugares certos e garantir que os currículos mais apropriados cheguem às suas mãos. Confira as dicas:

1) Crie uma boa descrição da vaga – Por um minuto, pense como alguém que está procurando emprego. Você não ficaria mais disposto a enviar seu currículo para uma vaga cuja descrição fosse mais detalhada? Com certeza, sua resposta é sim. Por isso, na hora de criar a descrição do emprego, informe no que consiste o trabalho, qual o expediente e quais são os requisitos e habilidades exigidos, por exemplo. Além de fazer mais pessoas se interessarem pela vaga, mostrar desde o princípio o perfil desejado fará com que a maior parte dos currículos seja realmente bons.

2) Procure opções pagas – Há vários sites de recrutamento que fazem seleções de pessoal pela internet. Além disso, sites como o LinkedIn e o CareerBuilder oferecem planos pagos, que permitem que o empreendedor tenha o contato direto com profissionais. Qual caminho seguir? Depende. A primeira opção é envolve empresas que contribuirão no processo de seleção. A segunda, por outro lado, é mais barata. Veja o que o orçamento permite.

3) Mas não se esqueça dos modelos gratuitos – Se o problema for dinheiro, outra alternativa é procurar plataformas de vagas gratuitas. Há um incontável número de sites que divulgam vagas de emprego. O próprio Facebook tem vários grupos para quem está em busca de uma oportunidade – e como esses grupos não cobram nada, a tendência é que sua vaga apareça por lá.


4) Direcione o envio da vaga – Uma dica para otimizar a análise dos candidatos é controlar o número de sites de recrutamento e divulgação de vagas que mostrarão a sua descrição. Esse controle é importante porque, em muitos casos, o empreendedor não tem tempo de ver centenas de currículos.

É bastante complicado fazer com que apenas um certo número de currículos chegue até você, por conta da facilidade do compartilhamento de informações na rede. Mas uma dica consiste em divulgar sua descrição em apenas uma plataforma. Se poucos candidatos se oferecerem, divulgue em mais locais até atingir uma quantidade satisfatória de currículos.

6) Procure sites de nicho – A internet está cheia de sites de divulgação de vagas, normalmente gratuitos, voltados para uma determinada categoria de profissionais. Quem está procurando emprego, por sua vez, vai exatamente nesses sites na hora de procurar emprego – pois é lá que as vagas certas estarão sendo exibidas. Pesquise quais são os sites mais conhecidos pelos candidatos e divulgue sua vaga.

5) Use as mídias sociais – Como já foi dito, o LinkedIn e os grupos do Facebook podem ser aliados na busca pelo colaborador ideal. No caso do LinkedIn, o usuário gratuito não tem acesso direto ao contato dos profissionais, mas a rede pode ser usada para ver se o candidato tem conexões em comum com você – pode ser que um colega seu já tenha empregado essa pessoa e tenha coisas boas (ou não) para falar sobre ela. O mesmo se aplica a mídias sociais como o Facebook e o Twitter.

7) Deixe a vaga no ar pelo tempo certo – Este passo serve mais para ajudar o empreendedor a não receber currículos e perder tempo mesmo após a vaga oferecida já ter sido preenchida. Faça o possível para que os sites que divulgaram a vaga a tirem do ar assim que o processo seletivo acabar.

8) Crie uma seção "trabalhe conosco" – Por outro lado, se você quer manter um banco de currículos, vale criar uma seção "trabalhe conosco" no site de sua empresa. Se houver vagas abertas na empresa, também vale usar o site como um canal de divulgação da oportunidade.


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More