4 Atividades Para Equilibrar a Vida e Evitar o Estresse

Por Vanessa Vieira

Uma mente sã só funciona bem em um corpo são. Confira as atividades fora do trabalho que poderão dar mais equilíbrio à correria do cotidiano.

Ioga

Segundo Nestor Mota, diretor do Instituto Goiano de Ioga, são as técnicas de respiração e a filosofia por trás da atividade as grandes responsáveis pelo efeito antiestresse da ioga. "Em cada situação, quando estamos tranquilos, assustados ou agitados, respiramos de um jeito diferente. Com as técnicas aprendidas, é possível interferir nesse processo instintivo e usar a respiração correta para mudar o estado emocional", afirma Nestor.

Corrida

Segundo os especialistas, as atividades físicas que melhor combatem o estresse são as aeróbicas, como corrida, caminhada, natação e ciclismo. "Elas são de caráter contínuo, sem interrupções. Precisamos de ao menos 20 minutos de atividade contínua para desencadear as alterações de bem-estar trazidas pelo esporte", explica Sérgio Gregório da Silva, professor de fisiologia do exercício na Universidade Federal do Paraná.

Dança

As aulas de dança de salão reúnem casais em atividades prazerosas, relaxando ambos. Além da atividade física, que consome em média 470 calorias por hora, a dança também aumenta a cumplicidade nos momentos de lazer.

Artes

Teatro, pintura e modelagem. Essas atividades podem ter efeitos poderosos sobre o estresse. "A arte permite uma abordagem mais lúdica e menos estressante dos problemas", diz a arteterapeuta Ana Cláudia Afonso Valladares, diretora da União Brasileira de Associações de Arteterapia.

Segundo os especialistas na área, cada forma de expressão serve a diversos propósitos. No teatro, por exemplo, ao encarnar diferentes personagens, o paciente pode tocar seus conflitos com certo distanciamento e extravasar o estresse como se estivesse brincando. Já a pintura serve ao relaxamento. "Ao diluir as tintas que vamos usar na tela, diluímos também as emoções que causam ansiedade", diz Ana Cláudia. "É uma forma de entrar em contato com o inconsciente."

A modelagem em barro tem efeito catártico. "A pessoa precisa bater e amassar a argila", diz a arteterapeuta. A atividade também trabalha a paciência, já que é preciso respeitar o tempo de secagem do barro e o prazo para submeter o material às queimas, sob risco de que a peça se quebre se não for preparada do jeito certo. 

O prazo de cerca de 15 dias para concluir um objeto faz da modelagem uma arte em que a pressa é literalmente inimiga da perfeição. "A modelagem também ensina sobre a flexibilidade ao adicionar e retirar material para dar a forma ideal ao que queremos criar", acrescenta Ana Cláudia.


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More