Cinco Sinais de Que Seu Estilo de Liderança Está Ultrapassado

Alguns gestores param no tempo e não percebem. Até porque é difícil que alguém os comunique claramente sobre isso. Então, aprenda a reconhecer os sinais para evitar essa armadilha

Por Ariane Abdallah

Se você fosse definir em uma palavra sua forma de liderar, qual seria ela? Controlador? Transparente? Colaborativo? Não sabe?

Então, vamos mudar as perguntas. Tem conseguido engajar e inspirar sua equipe? Sente que as pessoas gostam de você, se atraem pela sua presença? Fez uma revisão em seu estilo de trabalhar nos últimos anos ou meses? Cursos, livros ou simplesmente a observação do mercado e do ambiente da empresa o levaram a mudar algumas atitudes?

Essas questões são importantes para lembrá-lo de que liderar é um movimento contínuo – e não uma atitude estática. Mas muitos líderes simplesmente param no tempo com suas fórmulas estabelecidas, que às vezes até deram certo em determinados momentos, mas podem já não funcionar anos ou décadas mais tarde.

A equipe muda, a companhia muda, o mercado muda, mas ele continua a seguir os mesmos passos, sem se dar conta de que os resultados já não são os mesmos.
Para saber se este é o seu caso – antes que seja tarde demais – a revista Forbes listou cinco sinais, que servem como alertas para os líderes avaliarem a própria gestão.

1. Você toma decisões ruins.

Considere que suas decisões são ruins quando sua equipe começa a questioná-las constantemente. Será que você não está desatento às novas ferramentas e formas de fazer negócio na sua área?

Talvez sua capacidade de observação esteja abalada. E, quando isso acontece, é fácil começar a tomar decisões com impacto de curto prazo, o que não necessariamente será bom para a organização. Isso resulta em uma execução abaixo do esperado, falta de foco estratégico, decisões erradas e má utilização de talentos e recursos.

Quando a carreira do líder cresce em descompasso com a empresa também é sinal de que as decisões não estão motivadas pelo propósito correto, que deveria ser positivo para o todo.

2. Tornar-se complacente.

Se o seu entusiasmo para fazer o melhor, correr riscos, se aventurar no desconhecido está se perdendo, é um sintoma de que seu estilo de liderança começa a se tornar ineficiente.

Muitos líderes perdem sua gana, a paixão que os motivava no início da carreira à medida que crescem no organograma. O problema é que, quando isso acontece, os gestores tendem a se tornar também negligentes, menos preocupados com os detalhes, com o efeito de suas decisões sobre as pessoas e a empresa.

Exemplo: um sinal de que é hora de rever seu estilo de liderança é quando você para de chamar para a si a responsabilidade por fazer a engrenagem funcionar apesar dos obstáculos, e passa a justificar suas falhas com a excessiva burocracia da empresa.

3. Só preocupar-se com o próprio sucesso.

Em geral, as pessoas não gostam de ficar em volta de líderes que demonstram só estar preocupados consigo mesmos. Se os integrantes de sua equipe não assumem mais o papel de seus “seguidores”, este é um sinal de que você não anda tão inspirador.

Se a postura do líder deixa claro que sua visão de longo prazo só tem alcance para sua própria carreira e o apoio ao desenvolvimento dos outros profissionais soa menos importante, isso fica claro para todos, mesmo que o discurso seja o contrário. É desmotivante. E perigoso. Porque, com esse tipo de impacto sobre os funcionários, a produtividade pode estar comprometida e, com isso, mais cedo ou mais tarde, a posição do gestor também tende a ficar na corda bamba.

4. Não atrair as pessoas.

Se você é um gestor, o fato de os outros gostarem de você é importante. Simpatia é um dos maiores fatores de sucesso de um líder. Independentemente do jeito de cada um, grandes líderes têm em comum o fato de serem acessíveis e transmitirem confiança aos subordinados.

Se você sente que os integrantes do seu time se irritam com sua presença – em vez de se animarem com ela –, é hora de rever sua forma de conduzir o grupo.

5. Parar de se reinventar.

Se você tem medo de mudança, provavelmente também tem dificuldade de rever seus comportamentos. E se você não sabe como se reinventar de acordo com as novas demandas, provavelmente será um líder de vida curta.

Saber quando se reinventar é outro fator fundamental de um bom gestor. Exige humildade para perceber quando as mesmas ações já não geram os mesmos resultados positivos. Muitas vezes, os sinais de que precisa mudar não são tão óbvios quanto o resultado financeiro. Pode ser apenas a antipatia do grupo ou outro dos itens citados acima.

Mas, se não sacar os alertas rapidamente e procurar maneiras de agir diferente, é provável que isso acabe recaindo sobre os resultados.

Afinal, se o gestor não consegue rever o próprio estilo, é difícil que consiga fazer isso com a organização, com sua equipe e até com as estratégias de negócio. Em outras palavras: é difícil que seja um líder.

E aí, seu estilo de liderança está ultrapassado?


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More