Como Conciliar Família e Empreendedorismo

Especialista dá dicas para as mulheres equilibrarem a vida em família e o negócio próprio

Por Priscila Zuini

As mulheres já representam metade dos empreendedores brasileiros, segundo o último levantamento do Global Entrepreneurship Monitor (GEM). Elas se desdobram entre a pequena empresa, a maternidade e a família e, na maior parte das vezes, são bem sucedidas. “Eu vejo a mulher como uma grande empreendedora, acho que é natural. O sucesso delas pode demorar mais, mas é mais consistente do que o do homem. Ela erra menos que o homem porque faz tudo mais focada”, explica José A. de Paula Prado, consultor de marketing e negócios da Machado Design e Consultoria.

Essa rotina, no entanto, não é simples. Para ajudar, o plano de negócios é fundamental. “Não dá para iniciar sem o planejamento prévio”, diz Prado. Veja a seguir algumas dicas práticas para conciliar melhor a maternidade e o negócio próprio.

1. Organize o tempo

Viver na angústia de não ter tempo nem para a família nem para a empresa pode ser uma armadilha. Assim, nenhum dos campos é bem cuidado e o resultado não aparece. “O tempo é o principal desafio”, opina Prado. “Verifique sua agenda e veja a disponibilidade para dividir o tempo entre a família e os negócios”, ensina.

Uma opção é trabalhar em casa, pelo menos no começo da empresa. Isso permite entender a demanda de cada coisa e se organizar.

2. Use a emoção a seu favor

Em casa ou no mercado, a mulher ficou conhecida por ser mais intuitiva e emocional do que os homens. O que seria um problema se transforma em aliado na hora de gerir a empresa. “Eu vejo isso de forma positiva. Utilize sua sensibilidade e intuição para a melhoria do seu empreendimento”, explica.

O cuidado, segundo o consultor, é para não exagerar. “A única coisa que tem que tomar cuidado é para que isso não atrapalhe o negócio”, diz.

3. Inove

Toda pequena empresa está cansada de ouvir que ter um diferencial é determinante para o futuro do negócio. “Dedique um tempo para você mesma para buscar coisas que vão agregar ao seu negócio. A mulher tem condições de fazer isso melhor do que o homem”, afirma.

A dica vale para todos: converse com os consumidores, encontre um problema e identifique como sua empresa pode solucioná-lo.

4. Aproveite os contatos

No começo da empresa, é importante aproveitar ao máximo os contatos com parentes e amigos para fazer o negócio decolar. “Fale com suas amigas, parentes, colegas do antigo emprego, trabalhe com as redes sociais e mostre que você está a todo vapor”, sugere o consultor. 


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More