Como Ser um Empreendedor de Sucesso

Autor: Nathaly Bispo

Embora o cenário internacional não seja dos melhores, esta é a hora do empreendedorismo no Brasil e no mundo. Alguns dos principais indicadores sobre disposição para empreender e foco em empreendedorismo por oportunidade, atingiram seus índices mais elevados nos últimos anos. Há cada vez mais pessoas – especialmente jovens – considerando o empreendedorismo como uma opção concreta de carreira.

Por ser um país múltiplo, o Brasil tem demandas de todos os tipos, pois a necessidade das pessoas em muitos setores de produtos e serviços ainda não é totalmente suprida. Essa condição sugere infinitas possibilidades de negócios. Entretanto, todo empreendedor começa com uma dúvida em mente, a qualidade dessa dúvida será determinante no sucesso do seu empreendimento.

Há quem comece com a seguinte pergunta: “o que está dando dinheiro?”.

“Definitivamente, essa não é a melhor dúvida. Ela remete a se concentrar na dimensão econômica do empreendimento e essa dimensão, por si só, não garantirá o sucesso do negócio”, explica o especialista em empreendedorismo e sócio-fundador da Metanoia – Educação nos Negócios, Roberto Adami Tranjan.

Outros começam com outro tipo de dúvida: “quais são os mercados de oportunidade?”, é claro que o empreendedor deve estar antenado ao mercado, às tendências e oportunidades. Porém, a melhor pergunta é aquela que remete a algo ou alguém que possui determinada necessidade ou desejo não supridos devidamente pelo mercado.
Quais as dúvidas? O que falta para empreender?

O Brasil ainda tem muitos aspectos a serem desenvolvidos, como a cultura de inovação, burocracia e acesso a capital, segundo a gerente de Ensino a Distância da Endeavor, Sofia Duó Hernandez. Mas um dos principais aspectos que impactam o empreendedorismo no país é a falta de capacitação do empreendedor, que torna o caminho de construção de uma empresa de sucesso muito mais árduo e demorado.

As dificuldades geralmente envolvem como ter e validar uma ideia de negócio e onde conseguir dinheiro para começar. É muito importante que o futuro empreendedor busque aconselhamento para seus desafios, reconheça suas fraquezas e não supervalorize sua ideia de negócio, sempre buscando validá-la o mais rápido possível com seus potenciais clientes.

Falta ainda uma legislação tributária e trabalhista que facilite o empreendedorismo. As amarras ainda grandes se opõem ao talento empreendedor. É preciso muita convicção para não se ater ao que ainda falta e mirar a vontade e determinação de realizar um sonho. É esse passo à frente que vai superar as barreiras adversas e comuns a todos os novos empreendimentos.

“Não há uma definição única de um empreendedor bem sucedido, o mais importante é que ele sempre sonhe grande, busque em suas paixões o negócio que tenha significado para a sua vida, resolva um problema da sociedade e esteja sempre aberto para aprender”, ressalta Sofia.


Dicas para abrir um empreendimento

Muitas vezes o valor de uma boa preparação é subestimado. Muitos possuem o desejo de empreender, mas acreditam na ideia de que isso é um dom que nasce com a pessoa, e não se aprende. Os empreendedores que estão crescendo são aqueles que buscam acessar fontes variáveis de informação, tais como jornais e revistas; procuram a orientação de organizações de apoio e obtiveram um bom nível de educação formal.

Os especialistas Roberto e Sofia ajudam a ressaltar os requisitos principais para a abertura de um empreendimento:

• Pense em contribuição mais do que em competição, um propósito é mais importante do que metas;
• Saiba quem é o seu cliente e dedique tempo em estudá-lo;
• Identifique um problema relevante no mercado e solucione-o de forma diferenciada;
• Inove e agregue valor ao seu produto: é importante não fazer mais do mesmo, mas buscar sempre fazer algo diferente, melhor. Lembrando que não necessariamente precisa inventar coisas, mas sim adaptar coisas que funcionam bem em outros cenários e contextos;
• Atue em um mercado relevante para que possa aumentar o potencial de crescimento do negócio;
• Pense sempre na escalabilidade, ou seja, como fazer mais com menos e criar modelos de negócios replicáveis para acelerar seu crescimento;
• Mantenha o foco: quando se é pequeno o empreendedor precisa fazer um pouco de tudo para ganhar dinheiro. No entanto, é importante descobrir o que se faz bem e saber falar não quando puder. Abrir muitas frentes pode gerar um gasto enorme de tempo e energia do empreendedor, é importante focar em ser o melhor naquilo que se faz bem.


Fonte da imagem: clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More