Quatro Lados da Criatividade


O senso comum estabelece indivíduos criativos como um perfil único e invariável. Na cabeça de muitos, o criativo nada mais representa do que aquela pessoa que “adora inventar” moda, por vezes útil, outras vezes inconveniente.

Estudiosos, no entanto, particularmente na área de psicologia nos negócios, divergem do lugar comum e separam muitas vezes indivíduos criativos em uma série de diferentes perfis, que se completam para gerar times, equipes ou mesmo empresas criativas e inovadoras.

Os quatro lados da criatividade

Mark Batey, professor doutor da Manchester Business School, prefere separar o dito “perfil criativo” em quatro diferentes grupos, que possuem características distintas e podem ser aproveitadas de diferentes maneiras:

Gerador de ideias – Esse indivíduo possui grande fluência de criatividade, afirma Batey, sempre encontrando diversas soluções para um mesmo problema, embora nem todas sejam adequadas. Tais indivíduos tendem a gerar ideias originais a partir de diversos modelos, posteriormente incubando-as para melhor reflexão, e chegando a uma fase final de iluminação, onde a ideia final é concebida e exposta.

Personalidade – O professor coloca aqui indivíduos criativos do tipo curioso, sempre ávidos por respostas e cheios de dúvidas e perguntas. Batey ainda comenta que possuem grande tolerância à ambiguidade e ideias distintas e se sentem confortáveis em meio ao caos.

Motivado – Indivíduos com tendência de estabelecimento de desafios ambiciosos em relação a si mesmos, mas ao mesmo tempo com grande paixão pela competição. Seu objetivo é necessariamente atingir metas e superar desafios, sejam eles próprios ou estabelecidos para “vencer” as ideias de concorrentes.

Confidente – Perfil criativo mais colaborativo, que representa o indivíduo capaz e ansioso por dividir e compartilhar novas ideias, ouvir opiniões e diversas vezes captar conceitos inovadores de indivíduos com diferentes perfis e colocá-los em prática.

Segundo o professor, tais perfis coexistem e não necessariamente se anulam, desde que submetidos a lideranças que saibam contrabalançar suas potencialidades.

Intuição e criatividade

Outra forma de se identificar perfis criativos e intuitivos é por meio da Classificação Tipológica de Myers Briggs, usada para categorizar características e preferências pessoais. Segundo especialistas, as análises de Briggs levam a quatro perfis de indivíduos intuitivos.

Solucionadores de problemas – Pessoas que tendem a ser independentes e impessoais e geralmente se sentem encarregadas da missão de criar soluções.

Facilitadores – Com capacidade para lidar com as pessoas, inspiram e motivam.

Criadores – São as pessoas mais independentes, em qualquer campo de atuação. A intuição lhes possibilita uma percepção das possibilidades mais clara e isenta de preconceitos.

Harmonizadores – Interessam-se naturalmente pelas pessoas e se preocupam com a harmonia. Sentem-se estimulados pelas dificuldades do bem-estar humano, resolvendo-as de maneira engenhosa.


Fonte da imagem: gettyimages

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More