3 Passos Para Conseguir Emprego Mais Rápido

Diretor adjunto da Duke University apresenta em seu livro “The 2-Hour Job Search” roteiro infalível para conquistar uma oportunidade profissional sem perder muito tempo

Por Camila Pati

A ideia de que a procura por emprego é um trabalho full-time é desmistificada pelo consultor de carreira e diretor adjunto da Fuqua School of Business da Duke University, Steve Dalton, em seu livro The 2-Hour Job Search (Procura por Emprego em 2 horas, na tradução do inglês, editora Ten Speed Press).

Como o próprio título já propõe, não é preciso passar 8 horas por dia navegando na rede em busca de oportunidades anunciadas por empresas para garantir uma nova posição no mercado. Pelo contrário, fazer isso é perda de tempo, diz o autor.

Isso acontece porque, se por um lado a tecnologia facilitou o acesso aos anúncios de oportunidades profissionais, por outro tornou o trabalho dos recrutadores mais complexo. Afinal, ao anunciar uma vaga de trabalho na internet, em instantes, milhares de currículos são recebidos.

O resultado é que ficou impossível ler e analisar as informações de todos os candidatos e assim, muitos recrutadores dão preferência aos profissionais indicados por pessoas que já trabalham na empresa. Por este motivo ele diz que passar horas procurando vagas e enviar currículos aleatoriamente é altamente ineficiente.

Tendo em vista esta premissa, o autor elaborou um roteiro com três passos que devem ser seguidos por quem quer encontrar emprego rapidamente. E, segundo ele, para concluir os dois primeiros, não é preciso mais do que duas horas de dedicação. Confira:

1º Passo - Priorizar

A primeira etapa começa com a construção de uma lista com 40 potenciais empregadores. As empresas para as quais você sempre sonhou em trabalhar, os empregadores dos seus ex-colegas de faculdade (pode ser também de MBA, mestrado, doutorado, etc), as empresas que são destaque na mídia e aquelas que estão anunciando oportunidades atualmente devem entrar na lista.

Em seguida, marque as empresas que têm colaboradores que você conheça trabalhando lá. Use as redes sociais como LinkedIn e Facebook para tentar descobrir isso. E, por fim, verifique qual a sua motivação (de 1 a 5) para trabalhar em cada um desses lugares e pesquise se há vagas em aberto anunciadas por todas as empresas que estão na sua lista.

Com isto, você será capaz de organizar as empresas de forma a deixar no topo da lista aquelas para as quais você está mais motivado para trabalhar, que tenham conhecidos seus como colaboradores e que estejam com oportunidades em aberto. Se uma das empresas concentrar estas três características, as suas chances de conseguir uma entrevista aumentam bastante.

2º Passo - Entrar em Contato

A segunda etapa consiste em fazer networking. Procure os conhecidos que estejam trabalhando para as empresas do seu interesse. Vasculhe entre ex-alunos de cursos que você frequentou, ex-colegas de trabalho, e conhecidos em geral. São estas pessoas que poderão dar as tão importantes referências suas para os recrutadores.

Categorize estas pessoas de acordo com a motivação que você considera que elas tenham para lhe ajudar. Existem aquelas que você sabe que estarão dispostas a auxiliá-lo e indicá-lo. Há outras que não estão lá com muita vontade de ajuda-lo, mas que talvez o façam para não se sentirem culpadas depois. E há também aquelas que não farão nada e muito provavelmente sequer vão responder as suas mensagens.

A regra de ouro na hora de entrar em contato com estas pessoas é enviar mensagens curtas, sem mencionar o seu interesse por uma vaga de emprego, neste primeiro momento, diz Dalton. Demonstre que quer saber mais sobre o mercado em que ela atua, proponha um encontro entre vocês para discutir o assunto. Diga que quer aprender com ela.

3º Passo - Preparar-se

Assim que você obtiver uma resposta positiva de algum dos seus novos contatos, comece a pesquisar a empresa. Entre no site e verifique as notícias mais recentes veiculadas pelos meios de comunicação.

Chegar bem preparado para a conversa vai aumentar as chances de você conseguir ser convocado para uma entrevista formal de emprego mais para frente.

Quando estiver conversando com esta pessoa, pergunte qual foi o caminho trilhado por ela para chegar aonde chegou. Neste momento, abra para ela o seu interesse em trabalhar lá e peça conselhos. É nesta hora que você poderá ser "brindado" com a possibilidade de uma indicação. Caso não consiga, vá procedendo com os outros contatos da mesma forma até obter o que deseja, não desista.

Segundo o autor, o método apresentado no livro tem trazido resultados positivos e é parte obrigatória do currículo acadêmico dos alunos de MBA da Fuqua Business School. Pode ser que ele não traga resultados para você logo nos primeiros contatos, mas como recomenda o autor, o importante é insistir,e é por isso que a lista inicial de potenciais empregadores tem que conter 40 nomes.


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More