5 Competências Que Alavancam a Carreira em Marketing

Analisar dados para transformá-los em insights e domínio de plataformas de TI são duas delas, segundo coordenadora dos cursos de marketing do MBA da ESPM

Por Camila Pati

A expressão “marketing (ou propaganda) é a alma do negócio” é bem conhecida, mas o fato de beirar o clichê não a torna menos verdadeira. Investir em ações de marketing é essencial para o crescimento das empresas e, com o mercado em constante movimento e a concorrência em alta, os planos nesta área ganham destaque.

Afinal, no mundo corporativo a regra do jogo é apresentar resultado e sai na frente quem supera as metas. Neste cenário, algumas competências têm sido mais demandadas dos profissionais que trabalham com marketing, principalmente os gestores, de acordo com Daniela Kahuaja, coordenadora dos cursos de marketing do MBA da ESPM. Confira quais são:

1. Transformar informações quantitativas em insights

O acesso à informação é pleno e o desafio, na opinião de Daniela, é saber o que fazer com o enorme volume de dados disponíveis. “Há institutos e técnicas avançadas de pesquisa, mas a questão é o que você faz com isso tudo”, diz a professora.

Por isso, o profissional de marketing que consegue transformar dados de pesquisas de mercado e análises em insights ganha importância. “O mercado quer pessoas que saibam filtrar informações quantitativas e qualitativas e transformar em negócio”, explica Daniela.

2. Domínio do storytelling

O profissional não deve apenas buscar aumento da participação de mercado, mas também mostrar ao público como o negócio contribui efetivamente para a sociedade.

É aí que entra a técnica de storytelling, a comunicação que capta a atenção do público por meio de histórias. “As marcas hoje se diferenciam aproveitando história de pessoas, e da própria empresa”, diz Daniela.

Por isso, incentivar a prática do storytelling dentro das empresas é o “pulo do gato” do profissional de marketing que busca resultados e quer fugir das fórmulas tradicionais. “Para isso é preciso saber trabalhar conteúdo editorial, transferindo esta história para criar apelo emocional”, diz Daniela.

Exemplo de storytelling bem sucedido vem da Procter & Gamble em ação especial global para as Olimpíadas de Londres, no ano passado. A multinacional, patrocinadora oficial do evento, se apresentou como a patrocinadora oficial das mães dos atletas. Para isso criou um canal no Youtube em que apresentava série de entrevistas com mães de atletas, e relacionava a participação de sua gama de produtos desde a infância dos esportistas.

3. Gestão de pessoas

É uma habilidade que chama atenção na hora de selecionar um profissional de marketing. “Saber lidar e negociar com fornecedores, equipe e clientes tem sido mais cobrado na área de marketing”, diz Daniela.

Segundo a especialista, a gestão de pessoas é o calcanhar de Aquiles, principalmente, nas agências de comunicação. “É onde é mais crítico, porque é comum não existir uma área de Recursos Humanos”, explica.

4. Conhecimento de plataformas de TI e canais de comunicação

O surgimento de novos canais de comunicação como redes sociais e de plataformas como smartphones e tablets exige que profissionais de marketing estejam sempre atualizados para desenvolver projetos nestas áreas.

Profissionais de marketing precisam entender de tecnologia para que possam dialogar com a equipe de TI das empresas na hora de desenvolver novas ferramentas.

“O ideal é que conheçam esses novos meios e canais de comunicação com o cliente para criar ações de marketing como, por exemplo, aplicativos, jogos”, explica Daniela.

Quem sabe disso consegue uma ação de marketing mais estratégica. “Redes sociais podem ser usadas para construção da marca e não apenas como um grande Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) a céu aberto”, diz Daniela.

5. Análise de retorno financeiro

Um profissional de marketing que tenha conhecimentos de ferramentas de análise financeira está em alta no mercado.

Conseguir analisar o retorno financeiro sobre cada atividade sugerida no plano de marketing é um “talento” cobrado em processos de recrutamento.

“Saber medir o resultado de uma campanha de marketing é uma demanda porque as empresas entendem que quem está na área de negócios tem que saber medir os retornos porque quem não mede não sabe gerenciar”, diz Daniela. 


FONTE DA IMAGEM: CLIQUE AQUI

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More