Como se Preparar Para Uma possível Demissão

Se você está preocupado com uma demissão, talvez seja hora de começar a se preparar. Confira os três principais passos que você deve dar para não ser pego de surpresa

O início do ano pode ser uma época perigosa para os trabalhadores. Esse é o momento em que as empresas fazem o balanço de lucros e prejuízos do ano anterior, bem como o planejamento para o ano que começa, e descobrem se terão ou não dinheiro suficiente para manter um ou mais funcionários. É comum que você esteja preocupado com o seu emprego nesse momento, mas é preciso saber que nem mesmo uma demissão pode destruir a sua carreira. Saiba como se preparar para o pior.

1. Esteja pronto

Se os rumores já começaram dentro da sua empresa e você acredita que pode ser prejudicado, prepare-se para o que quer que aconteça. Use o seu tempo livre para verificar novas oportunidades em outras empresas ou áreas, procure desenvolver suas habilidades com cursos ou trabalhos voluntários. Esteja precavido, também, quanto ao seu plano de saúde e sua aposentadoria. Talvez seja hora de ter um plano independente da empresa e contribuir por conta própria para a previdência. Tudo isso vai dar a você mais tranquilidade na busca por um novo trabalho.

2. Recorra aos seus contatos

Essa é a hora ideal para acionar o seu network. Entre em contato com os seus antigos colegas de profissão, com as pessoas que você conheceu na faculdade e até mesmo com os seus professores universitários. Qualquer indicação pode ser um prato cheio para recomeçar sua carreira e caso você não seja demitido, poderá indicar a vaga para outra pessoa que esteja precisando. Lembre-se de que você não quer parecer interesseiro, portanto, é fundamental manter uma boa relação com os seus contatos durante o ano todo e não apenas quando a situação parece preocupante.

3. Comece sua busca

O fato de você ainda estar empregado não impede que você comece a frequentar eventos e feiras de trabalho ou mesmo enviar currículos. Na melhor das hipóteses você não será demitido e pode recusar a vaga nova. No entanto, mesmo que a empresa tenha a intenção de manter você como funcionário, pode ser que ela esteja passando por dificuldades e não seja capaz de oferecer a você os benefícios que as demais empresas podem. Claro que você deve ser leal com o seu empregador, mas nesse momento você precisa avaliar onde terá mais chances de crescer e se desenvolver profissionalmente.


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More