Cinco Lições de Empreendedorismo de Niemeyer

Com 70 anos de carreira, ele deixou um legado de cerca de 200 projetos espalhados pelo Brasil todo e diversas lições em criatividade, inovação e empreendedorismo.

Confira abaixo alguns desses grandes ensinamentos:

1- Sua paixão pode ser sua carreira

Niemeyer é um dos grandes exemplos de que uma profunda paixão não precisa se tornar apenas um hobby, mas sim uma grande carreira de sucesso. Segundo ele, sempre gostou de desenhar e, quando pequeno, ficava fazendo desenhos imaginários no ar, com a ponta do dedo. Esses sonhos de criança o levaram à arquitetura e em 1934 se formou pela Escola Nacional de Belas Artes no Rio de Janeiro.

2- Aproveite oportunidades desde o começo

Foi em seu primeiro estágio – e ainda por cima não remunerado –, no escritório de Lúcio Costa e Carlos Leão, que Niemeyer teve oportunidade de fazer seus primeiros contatos, como o renomado arquiteto suíço Le Corbusier. Ele estava de passagem pelo Brasil, em 1936, para colaborar em um projeto do Ministério da Educação no Rio de Janeiro. Com ele, Niemeyer projeta o prédio O Berço, em 1937, no Rio.

3- O networking pode ser essencial

Durante sua carreira, Niemeyer conseguiu fazer diversos contatos importantes que possibilitaram muitos de seus grandes projetos. Em 1940, conheceu o então prefeito de Belo Horizonte, Juscelino Kubitschek, que encomendou um dos seus primeiros grandes projetos, o Conjunto da Pampulha. Em 1957, JK chegou à presidência e chamou Niemeyer para organizar o projeto piloto de Brasília e capitanear a construção da nova capital federal.

4- Tenha uma visão única e inovadora

Desde que começou a deslanchar em sua carreira como arquiteto, Niemeyer sempre adotou uma postura única em relação ao seu ofício, que o diferenciou em relação a outros profissionais. Um dos seus principais traços foi a adoção das curvas em detrimento dos ângulos e retas, algo que conferia mais fluidez ao seu trabalho. “Não é o ângulo reto que me atrai. Nem a linha reta, dura, inflexível criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual. A curva que encontro nas montanhas do meu país. No curso sinuoso dos sentidos, nas nuvens do céu. No corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo”, afirmou.

5- Seja constante e faça com que seu trabalho sobreviva ao tempo

Mesmo com uma idade avançada, Niemeyer nunca deixou de parar de trabalhar e de investir em sua paixão. Um de seus últimos projetos, o Centro Cultural em Valparaíso, no Chile, foi terminado em 2007. Seu estilo limpo e moderno também fez com que seus projetos mantivessem sua relevância e continuassem sendo admirados mesmo depois de anos. 


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More