Pelos Caminhos do Conhecimento

por Sérgio Dal Sasso

As empresas no Brasil dotam menos de um por cento dos seus faturamentos para investimentos relacionados à capacitação profissional, contra uma média de sete pontos percentuais dos paises mais desenvolvidos. Na contra partida é muito comum ouvirmos questionamentos em relação à praticidade dos resultados obtidos através das salas de aulas, esquecendo-se de que ausência do habito atrofia.


Em primeiro lugar é preciso entender que não existe milagre instantâneo ou sucesso por diploma. O reconhecimento da necessidade do aprendizado já é um bom inicio, conseguir aprender melhor ainda, mas as mudanças só ocorrem quando a insistência e persistência conduzem o grupo a ousar corajosamente na produção do novo.

Seja pelo meio acadêmico ou por processos de treinamentos sempre ficaremos como uma idéia um pouco vaga do material recebido ou assimilado, pois na verdade o mundo dita por coisas praticas e ninguém vende mais ou menos, pela simples questão de ser uma enciclopédia ambulante. Os resultados do esforço em sala de aula dependem da objetividade e visão do individuo quanto ao que realmente está faltando para melhorias no dia seguinte. O grande desafio profissional não será o de acumular conhecimentos, mas o de saber processá-los pelo que interessa, mesmo porque quase nunca dispomos de informações cem por cento aproveitáveis para a finalidade de cada caso.

Somos parte de um processo evolutivo a ser preparado continuadamente para o acompanhamento e evolução das mudanças. Novos recursos fazem a diferença quando plenamente aproveitados para a produção correta e inovadora, frente à geração de resultados no dia a dia da batalha pelo reconhecimento.Quando analisamos o crescente grau de dificuldade seletiva nos processos de conquistas profissionais, verificamos o quanto tudo pesa para a definição decisória de novos parceiros. Assim todos que participam desses processos devem no mínimo ser ótimos ou noventa e nove por cento perfeitos. A briga pela decisão ficará no ponto percentual que faltou.

Desta forma nunca saia de um projeto educacional achando que não valeu a pena, mesmo porque tenha certeza que os resultados normalmente ficam depositados no subconsciente para uso na hora apropriada. Nesse mundo maluco, é o louco que se destaca pela originalidade da sua capacidade criativa e inovadora, obrigando-nos a uma pesquisa psicótica frente à diversidade de informações teóricas e praticas necessárias para melhorias das possibilidades.

Da motivação ao alto conteúdo, tudo tem valor para incorporar e auxilia-lo no desenvolvimento e equilíbrio qualitativo das suas atividades. Cursos, palestras e treinamentos têm por objetivos a demonstração de caminhos, procurando despertar estímulos para continuidade da evolução, sempre dependentes por novidades, técnicas e recursos competentes para o seu manuseio.Compreender o passado, principalmente quando abordados formas e meios que sustentem o sucesso são fatores importantes no aprendizado para a criação do raciocínio estratégico, tão necessário para a riqueza do futuro decisório. O conjunto da competência empresarial passa pelos exercícios dos campos de batalha, das salas de aulas, das equipes homogêneas, para que formulas continuas possam direcionar e ofertar o desprendimento necessário para andarmos na frente.

Sérgio Dal Sasso
Gestão de negócios

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More