Contrate Alguém de Quem Você Não Goste


Por Marina Ribeiro

Como você costuma conduzir os processos de seleção na sua empresa? Pede indicações de funcionários? Contrata amigos? Ex-alunos da mesma faculdade que cursou? Pensa em contratar pessoas com quem não tem afinidades?

Saiba que a consultora de RH Suzanne Lucas, colunista do portal All Bussiness, defende que você contrate alguém de quem você não goste. Acompanhe o raciocínio e veja o porquê.

Muitas vezes, quando se procura um novo funcionário, o mais importante é o “ajuste”. Ou seja, você pode treinar quase qualquer pessoa que tenha um certo nível intelectual e alguma experiência básica no campo para fazer o trabalho, mas é absolutamente necessário escolher alguém que se encaixe na cultura da empresa.

Isso é extremamente importante – ter alguém que não se dá bem com o resto do grupo ou que não compartilha dos mesmos ideais pode causar caos e tensão e tornar a vida no trabalho desagradável.

Por causa desta ideia, os gestores frequentemente procuram em um empregado as mesmas qualidades que buscariam em um novo amigo. Mas amigos são diferentes de funcionários, e a distinção é fundamental para o seu negócio.

Para Suzanne, pode ser necessário ter no time alguém que não pense como você, não goste do que você gosta e não ria das suas piadas. Por quê? Porque, se você e sua equipe estão de acordo em tudo, vocês vão olhar para as coisas do mesmo ponto de vista. Assim, estarão mais propensos a perder alguma coisa – talvez algo importante para seu negócio.

Você precisa de alguém que tem algumas experiências diferentes das suas. Alguém que possa explicar que nem todos os clientes amam o que você ama. Que possa trazer qualidades e perspectivas que faltam na sua personalidade.

A contratação de alguém de quem você não goste, é claro, significa que você provavelmente não vai ser o melhor amigo dessa pessoa. Não vai querer passar fins de semana juntos ou convidar a família dele para uma festa.

Bom, a maioria dos funcionários não está procurando isso de qualquer maneira.

É importante lembrar que isso não significa que você deva contratar alguém só porque é diferente. Como qualquer outro candidato, é preciso que tenha qualidades, experiência e conhecimento para fazer o trabalho. E seu novo contratado precisa se dar bem com todos – diferente não significa desagradável.


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More