O Smartphone Torna Você Mais ou Menos Produtivo?

Por Júlia Pitthan 

Para muitos empreendedores e executivos, os smartphones se tornaram praticamente uma extensão do próprio braço. Estão sempre à mão, dia e noite, durante as reuniões e mesmo nas horas das refeições. Se você perguntar para qualquer um deles qual a principal vantagem de ter um controle permanente dos e-mails, não tenho dúvida de que irão responder: mais agilidade e produtividade para resolver as coisas urgentes do trabalho.

Mas será que esse controle permanente dos e-mails nos torna realmente mais produtivos?

Essa lógica foi colocada em cheque por Harj Taggar, um dos sócios da incubadora de start-ups Y Combinator, e apresentada em um texto de Jessica Stillman do site da revista INC. Como muitos de nós, Taggar certamente é alguém com uma grande demanda de trabalho e, sem dúvida, com uma agenda cheia de compromissos. Apesar de tudo isso, ele resolveu desabilitar o aplicativo de email do seu celular durante seis meses.

Quais efeitos essa decisão teve em sua vida ocupada?

Aqui neste link, você pode ler o relato do próprio Taggar sobre a experiência e também sobre a forma como a Y Combinator lida com os emails de forma geral. Uma das estratégias adotadas pela companhia foi criar um endereço de email compartilhado em que todos os parceiros têm acesso e os sócios podem responder rapidamente, principalmente se o assunto é urgente.

Entre as constatações mais surpreendentes de Taggar foi a descoberta de que os empreendedores que checam o próprio email durante dia e noite podem estar criando efeitos negativos para si mesmos e para o seu negócio. Veja o que ele diz:

“A consequência menos óbvia dessa experiência foi o prolongamento da minha capacidade de concentração, mesmo quando estou em minha mesa, com fácil acesso para o meu e-mail. Eu já percebi há muito tempo que o email é o maior assassino da minha produtividade. Se eu estou tentando programar, eu nunca vou parar para jogar ou ver um video, mas eu paro muitas vezes para checar meu e-mail. Um dos motivos para fazer isso é porque eu poderia justificar essa atividade como trabalho (é um ‘trabalho’ que é muito mais fácil e fornece uma descarga mais rápida de dopamina do que tentar resolver um problema difícil). Depois que eu me livrei do hábito de ler e-mails constantemente no meu celular, de repente, eu tinha menos vontade de verificar meu e-mail em geral. Foi uma sensação maravilhosa.

[Outra] consequência foi minha percepção de tempo. Ao longo dos últimos seis meses os dias têm parecido mais longos para mim. Se eu estou andando de um lado para outro, eu realmente tenho tempo para olhar ao redor (o que é realmente uma grande fonte de felicidade quando você vive em Palo Alto) e o mais importante de tudo, tenho tempo para pensar.”

Eu fui escrava dos aplicativos de e-mails no meu antigo smartphone e cheguei a pensar que a minha vida não seria possível sem ele – em uma situação de desatenção, tive meu celular da maçã roubado. Com o tempo, me acostumei a não checar o email a cada sinal vermelho no trânsito e não sei se ainda sou capaz de resgatar a velha técnica de digitar a resposta com uma mãe e conduzir o volante com a outra. É certo que a minha rotina de trabalho mudou bastante desde então, mas é legal usar esse tempo dentro do carro para simplesmente ouvir o som do rádio e pensar nas coisas que tenho para fazer durante o dia. Já comecei a escrever muitos textos mentalmente quando estou no volante.

E você? Também é viciado em checar o e-mail no celular? Será que isso aumenta ou diminui a sua produtividade?


Fonte da imagem: Clique aqui

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More