As Lições Nada Fáceis da Concorrência

Por Abraham Shapiro

Dois amigos fazem trilha numa floresta do Canadá quando dão de cara com um urso faminto de 250 quilos. Um deles tira as botas e calça um tênis de corrida. O outro lhe pergunta:

- O que está fazendo? Você não consegue correr mais rápido que um urso.

O primeiro então responde:

- Eu sei. Mas só preciso correr mais rápido que você!

Esta história sarcástica nos ensina uma lição simples, porém difícil de ser praticada em negócios. Concorrência exige que se estaja um passo à frente do concorrente para não ser comido por ele.

Há concorrentes famintos demais por aí. E quando você está tentando ir mais rápido do que o urso – o seu concorrente atual – precisa ter certeza de que não irá encontrar um tigre ou uma hiena – um novo concorrente.

Mas você sabe onde está a dificuldade em manter-se um passo à frente da concorrência? Em mudar!

Os tempos atuais exigem de todos amplas mudanças no modo de pensar, de planejar e de realizar. Isto subentende “capacidade de adaptação”.

Empresas com equipes fortes, com vendas fortes e com recursos fortes, ficam paradas olhando o que têm de forte, e se esquecem de que “não é o mais forte que sobrevive, porém o mais adaptado”.

O que é preciso então? Flexibilidade e agilidade, porque, se o ritmo de mudanças fora da sua organização é maior que o ritmo das mudanças dentro dela, você passará por maus momentos tentando sobreviver, e poderá ser comido.

Sabe como termina a história dos dois amigos na floresta? O segundo espera o primeiro sair correndo e então permanece parado porque ele sabe que ursos enxergam mal e só caçam presas em movimento.

Moral da história: na floresta ou nos negócios é importante conhecer os hábitos de caça dos grandes carnívoros. Contudo, mais importante do que isto é saber como escolher amigos!



0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More