O Furo no Barco

 
Um homem foi chamado à praia para pintar um barco. Levou consigo pincéis e tinta. Enquanto pintava notou que a tinta estava passando pelo fundo do barco, pois havia ali um pequeno furo, que se não consertado poderia comprometer a navegação. Resolveu então consertar o vazamento. Quando terminou o serviço recebeu o dinheiro combinado e se foi. 

No dia seguinte, o proprietário do barco procurou o pintor e o presenteou com um cheque emitido com uma bela quantia. O pintor ficou muito surpreso, pois já havia recebido o pagamento exatamente conforme havia combinado. 

- O senhor já me pagou pelo serviço que fiz, não posso receber esta quantia.

- Mas isso não é pelo trabalho da pintura. É por ter consertado o vazamento do barco.

- Mas foi apenas um pequeno reparo. Não é necessário que me pague por um trabalho tão insignificante que demorei apenas alguns minutos para realizá-lo!

- Meu caro amigo, você não compreendeu ainda. Deixe-me explicar o que me aconteceu: - Quando contratei você para pintar o barco esqueci-me de mencionar o vazamento. Quando a tinta secou meus filhos lançaram o barco na água e saíram para alto mar. Eu não estava em casa naquele momento e ao chegar em casa, fiquei desesperado pois sabia que o barco ia afundar. Você nem imagina a alegria quando vi-os voltando à tarde são e salvos. Examinei o barco e constatei que você fez além do combinado livrando os meus filhos de um naufrágio. 

- Percebe então o que você fez? Salvou a vida dos meus filhos e não tenho dinheiro que pague pela sua pequena "boa ação".

Moral da História: 

Não importa para quem, quando, de que maneira. Faça mais que o combinado se isso estiver ao seu alcance, conserte os vazamentos...

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More