Aparência é Tudo: Veja Como Parecer um Milionário Mesmo Sem Ser Um



Por Equipe InfoMoney


Gostando ou não, dinheiro é poder. Entretanto, se você quiser pertencer ao círculo dos poderosos, é preciso parecer e agir como um. Mas, como aparentar ser um milionário mesmo sem ter uma conta tão recheada?


Essa foi justamente a pergunta que a autora do livro "The Millionaire's Handbook: How to Look and Act Like a Millionaire Even If You're Not" (O manual do milionário: Como parecer e agir como um milionário mesmo sem ser um), Vicky Oliver, tentou responder. Sua obra pretende servir como um guia para que qualquer um consiga parecer um magnata influente.


Confira algumas das principais dicas do livro:


Adicione uma boa dose de tamanho à sua estatura - você já deve ter ouvido falar que os mais altos impõem mais autoridade, não é verdade? A dica, portanto, é dar um jeito de parecer mais alto. O livro observa que, subconscientemente, as pessoas associam altura com autoridade. Nos Estados Unidos, por exemplo, 14,5% dos homens possuem 1,83 metro ou mais. Entre os CEOs (Chief Executive Officer) das 500 maiores companhias listadas pela Fortune, essa porcentagem sobre para 58%.


Então, atenção para a recomendação: “compre sapatos que acrescentam altura, e use roupas que projetam a ilusão de estatura através de ombreiras e outros acessórios que atraem os olhos para cima e para fora."


Pratique os esportes que lhe aproxima dos milionários - de acordo com a autora, ter um hobby é uma maneira magnífica de conviver com os ricos, milionários e cheios da grana. Portanto, se você quiser parecer um milionário e ter contato com eles procure os esportes que eles também procurariam.


A dica, portanto, é fugir de atividades como tênis ou hipismo, isso porque rico que é rico tem sua própria quadra de tênis ou mesmo uma fazenda onde tem seu estábulo e pode montar nos seus próprios cavalos.


Em vez disso, prefira esportes como o esqui. Afinal, não importa o tamanho da fortuna, ninguém consegue ter sua própria pista de esqui no fundo do quintal. Portanto, há maiores chances de você topar com um milionário nesse tipo de ambiente.


Se torne um colecionador - se você não tem habilidades atléticas, não se preocupe, nem tudo está perdido. Você ainda pode se passar por uma pessoa influente se tornando um colecionador. “A beleza de ser um colecionador é que isso te torna automaticamente um expert - um ‘sabe tudo’ das curiosidades que despertam o seu interesse; É quase impossível falhar nisso; Cada colecionador é um gênio quando se trata da sua própria coleção”, explica a autora.


Se tornando um colecionador você pode se misturar com outros indivíduos que pensam da mesma forma. Essa estratégia lhe permite ter assunto sem fim, já que não há nada mais subjetivo do que coleções. 


Roupas - misture-se, sem chamar a atenção - quando o assunto são as roupas que os profissionais vestem nas empresas, a regra é bastante clara, cada companhia tem seu dress code. Se o profissional quiser subir na hierarquia da companhia, a estratégia com as melhores chances de sucesso é entrar no jogo e se vestir conforme o padrão. Chamar a atenção com seu próprio estilo dificilmente vai te levar a algum lugar. Para a autora, quem não adere ao dress code é visto como rebelde.


Mas os códigos de vestimenta não existem apenas no ambiente corporativo. Há diversas situações em que exige-se, mesmo que indiretamente, um certo uniforme padrão. Se você quiser aparentar ser um milionário e, mais do que isso, sempre estar perto deles, vista-se conforme a etiqueta. Chamar a atenção com estilo próprio, nunca! A regra vale para funerais, casamentos, eventos de gala, igrejas ou templos.


Cuidado com o sotaque - a autora do livro também analisa os sotaques, mas na língua inglesa. Segundo ela, suavizar o sotaque que os norte-americanos carregam é bastante benéfico. Mas, manter o sotaque do inglês britânico, por outro lado, vale a pena, já que a maioria dos americanos ainda acha que sotaque inglês é mais elegante.


Pensando no Brasil, a lógica pode ser nacionalizada. Observe onde você está e como as pessoas avaliam os sotaques. Caso o seu não seja tão valorizado, livre-se dele. Entretanto, caso descubra que um determinado sotaque é bem visto, não tente imitar.


A escolha dos acessórios - detalhes fazem muita diferença no mundo dos ricos. As pessoas normalmente fazem uma associação imediata entre quem você é e as marcas que usa. No livro, a autora explica que até mesmo o café que as pessoas escolhem está sob forte observação.


"A marca de café que você escolhe guarda uma declaração de estilo, e aqueles que trabalham e socializam com você podem encontrar pistas sobre suas aspirações a partir da seleção do café assim como todas as outras marcas que você carrega em seu personagem".


Nunca use sapatos baixos - de acordo com a autora, a escolha dos sapados pode sinalizar elementos sobre o profissional que talvez não correspondam com a realidade. Os calçados planos, por exemplo, apesar de confortáveis, podem transmitir a ideia de que a pessoa é desalinhada e preguiçosa.


A autora do livro, inclusive, cita um estudo que descobriu que os homens, apenas ao verem uma mulher usando sapatos baixos automaticamente já a classifica como divorciada e com mais de 50 anos. Portanto, sapatos baixos, nunca!


Para ter uma pele de milionário, durma o suficiente - sabemos muito bem que precisamos de oito sólidas horas de sono por noite para ter uma vida saudável. Porém, na correria do dia a dia, conseguir dormir as oito horas parece uma verdadeiro luxo. A sugestão da autora é que os profissionais tenham um diário do sono, aonde deverá anotar quantas horas conseguiu dormir em cada dia da semana e qual foi seu nível de produtividade em cada um desses dias.


Esse diário deverá revelar um número ideal de horas de sono. “Uma vez que você determina seu número ideal de horas de sono, tente sempre dormir a mesma quantidade, até mesmo nos finais de semana. Obrigue-se a ir para a cama e acordar mais ou menos à mesma hora”, sugere.


Além disso, sempre durma de costas. Se você dorme de lado, as rugas da bochecha e queixo se aprofundam.


Suba na escala social através do voluntariado - “O trabalho voluntário é a melhor forma de penetrar na panelinha dos grandes executivos, dos futuros magnatas e dos líderes. Se você tiver tempo e for dedicado para um trabalho que valha a pena, o esforço te trará grandes retornos com uma vida social e profissional muito melhor”, escreve a autora.


Fonte: www.infomoney.com.br
Fonte da imagem

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More