Dicas Para o Carnaval - Vai Digirir?

Dicas para quem vai dirigir


Folga, calor, relaxamento e aquela vontade de beber uma cervejinha. Mas, se você for pegar o volante, pode esquecer a vontade. Dirigir alcoolizado, mesmo que com baixo teor de embriaguez, resulta na maior multa existente no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e também na apreensão do veículo, além de colocar a sua integridade, a de pedestres e a de outros motoristas em risco.

Se o teor alcoólico for alto, o motorista vai preso e só é solto mediante pagamento de fiança. Esse será um dos pontos mais visados pelos policiais encarregados de vigiar o trânsito neste Carnaval. Apressadinhos e esquecidos também têm de abrir o olho.

A intenção das polícias é que o período, um dos que costumam registrar mais mortes nas estradas, seja o mais bem vigiado dos últimos anos, pelo menos no Rio Grande do Sul. Serão 9% agentes a mais nas estradas e avenidas do que em 2011 — 17% a mais se a comparação for com 2010.

As autoridades gaúchas montarão uma força- tarefa para patrulhar as estradas, com o nome de Operação Viagem Segura. Confira os itens que mais serão fiscalizados pelos patrulheiros:

Falta de cinto de segurança

No feriado de fim de ano, foi o item que mais resultou em multas de motoristas gaúchos. O cinto é exigido tanto para quem vai na frente quanto para quem viaja no banco de trás. Crianças menores de 10 anos devem ir no banco de trás e, se forem pequenas, é obrigatório uso da cadeirinha apropriada.

O recomendado é que meninos ou meninas de até quatro anos sejam levados em cadeirinha adequada ao tamanho da criança. Caso cometa a infração, o motorista será multado em R$ 191,54.

Ultrapassagem em local proibido

Esse alerta é destinado, principalmente, a quem viaja em estrada de pista simples e fica impaciente com a fila de carros que demora a andar. Tenha cuidado, os policiais estarão de olho em ultrapassagens perigosas. E uma das maiores causas de morte é justamente essa, principalmente quando ela aparece junto ao excesso de velocidade.

Especialistas ressaltam que muitos carros sequer têm potência para realizar ultrapassagens em trechos curtos, o que resulta em acidente. A multa é de R$ 191,54.

Excesso de velocidade

Maior causa de morte nas estradas, o excesso de velocidade será vigiado de perto pelos policiais. Para isso, mais de cem radares móveis serão usados pelas polícias rodoviárias estadual e federal no Rio Grande do Sul. O valor máximo da multa é de R$ 574,62.

Falta de documentos

Essa dica é para os motoristas mais distraídos. Muita gente esquece o documento em casa, na hora da viagem. Há quem troque de bolsa, deixando para trás a carteira de habilitação. Também existem os que não notam que deixaram de pagar o licenciamento do veículo referente a 2011. Nos três casos, o carro é apreendido, e o motorista é multado em R$ 191,54.

Embriaguez ao volante

É um dos principais focos da fiscalização. Não esqueça: se os policiais identificarem quantia superior a 0,33 mg de álcool por litro de ar expelido do pulmão, o motorista será preso em flagrante e terá o veículo recolhido. Em geral, isso equivale à ingestão de uma lata de cerveja. Os patrulheiros rodoviários estaduais e federais contarão com quase 120 etilômetros.

fonte da imagem: 

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More