Dicas Para Melhorar os Relacionamentos em 2012


Por Soeli de Oliveira

De pequenos atos, palavras e ações diárias surgem sentimentos e emoções que formam a base de poderosos vínculos entre os líderes e seus liderados. Por isso, experimente em 2012:

Elogiar

Diga coisas positivas sobre seus colaboradores quando eles não estão presentes. Alguém vai acabar contando a eles e esse gesto tem um grande poder motivador. Do mesmo modo, elogie seus colaboradores quando eles estiverem diante de outras pessoas. Quando você ou a empresa for elogiada por algo que tenha realizado, certifique-se de compartilhar isso com a equipe. Que tal estabelecer para este ano a meta de todos os dias elogiar pelo menos um dos subordinados?

Agradecer

Escreva palavras de afirmação e agradecimento aos colaboradores. Palavras escritas têm a vantagem de poderem ser lidas repetidas vezes.

Ouvir

Todo relacionamento exige atenção solidária com o objetivo de entender os pensamentos, sentimentos e desejos da outra pessoa. Aprender a ouvir pode ser tão difícil quanto aprender uma língua estrangeira, mas é necessário quando queremos valorizar as pessoas.

Dicas para saber ouvir:

1. Olhe nos olhos de seu colaborador enquanto ele estiver falando.

2. Não se ocupe com outra coisa quando seu colaborador estiver falando.

3. Mostre sensibilidade quanto aos sentimentos dele.

4. Observe a linguagem corporal.

5. Dê a ele total atenção. Evite interrompê-lo.

Presentear

Você precisa estar pensando em alguém para resolver entregar um presente. E esse presente, por si, é um símbolo desse pensamento. Não importa quanto custou – o importante é ter pensado na pessoa.

Dedicar mais tempo

Decepções fazem parte da vida. Todos os seres humanos passam por épocas de crise. A morte dos pais é inevitável, acidentes de carro produzem sequelas e matam milhares de pessoas todos os anos, doenças não respeitam ninguém. Poucas vezes podemos mudar as circunstâncias, mas podemos superá-las mais facilmente se sentimos que não estamos sós e que podemos contar pelo menos com a presença física de outras pessoas. Visitar um subordinado num momento de dor, para prestar nossa solidariedade, é um ato que talvez jamais seja esquecido.

Realizar atos de serviço

Em função das mudanças sociológicas ocorrida nos últimos trinta anos, não há mais espaço para o comportamento “manda quem pode e obedece quem precisa”. A função do líder é mais de apoio à equipe do que de controle. O chefe controlador e mandão vem sendo gradativamente substituído pelo líder servidor.

Se achou simples essas dicas, comece já e revolucione os relacionamentos em 2012!

Soeli de Oliveira é consultora e palestrante nas áreas de marketing, varejo, atendimento e motivação do Instituto Tecnológico de Negócios, e-mail: soeli@sinos.net – Novo Hamburgo – RS.

1 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More