Série SEU NEGÓCIO - Seis Dicas Para Controlar o Fluxo de Caixa

por: Erika Bismarchi


O fluxo de caixa é um dos temas mais lidos e comentados neste blog. Não é para menos. O tema é um dos maiores desafios dos donos de micro e pequenas empresas, porque não é fácil mesmo equilibrar receitas e despesas ao longo de um determinado período de tempo. Os gastos têm prazos rígidos, mas nem sempre o faturamento entra na hora certa. Essa dificuldade costuma pressionar muitos empreendedores a recorrer aos bancos como tábua de salvação para a empresa. Só que esse pode ser o primeiro sinal de que várias coisas vão mal na gestão da empresa.

O portal da Microsoft Empresas preparou uma lista com seis dicas que vão ajudar você a colocar o seu fluxo de caixa no azul. Confira:

Fature prontamente

Como quase todo empreendedor, você passa o mês inteiro preocupado em cumprir prazos, dificilmente consegue tempo para prospectar clientes novos, e quando chega o final do mês você descobre que não tem dinheiro o suficiente para cobrir as suas obrigações. Se isso acontece com você, saiba que não é o único. Para não passar mais por isso, escolha um funcionário ou faça você mesmo um plano para faturar novos projetos regularmente. Quando aceitar projetos longos, tente negociar pagamentos regulares, em vez de aceitar receber tudo apenas na conclusão do trabalho.

Crie incentivos para que o cliente pague mais rápido

Pesquise, pense, negocie com o seu cliente. Receber o total pelo produto ou serviço no ato da compra faz toda a diferença. Crie formas de atrair o cliente a fazer pagamentos à vista. Liquidações, por exemplo, podem ser uma boa saída. Isso será bom para os seus negócios e, consequentemente, ótimo para o seu fluxo de caixa.

Evite clientes que demoram a pagar ou que não pagam

Caso você tenha um cliente potencial à vista, antes de fechar negócio peça referências e confira. Procure descobrir o que empresas que já fecharam negócios com aquele seu futuro cliente têm a falar dele. Entre em contato com o máximo de pessoas que puder.

Faça permutas

Se você precisa de serviços ou produtos de outras empresas e não tem dinheiro para adquiri-los, busque parcerias com elas. Faça permutas, trocando o que sua empresa tem a oferecer pelo que ela necessita, sem desembolso de dinheiro.

Organize seu estoque

É muito comum ver empreendedores com problemas de excessos no estoque. E estoque significa dinheiro parado, que poderia estar rendendo juros no banco. Uma saída é reduzir a variedade produtos e trabalhar apenas com os que têm boa saída e que sejam mais lucrativos.

Tente consolidar seus empréstimos

Existem pequenas empresas que possuem diferentes tipos de empréstimos relacionados à empresa em diversos bancos. Pense na hipótese de consolidá-los em um só, negociando juros e prazos com a instituição financeira.

Fonte: Blog dos Empreendedores
Fonte da imagem: gettyimages

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More