Série SEU NEGÓCIO - Saiba Como Escolher a Área de Atuação da Franquia

Saiba Como Escolher a Área de Atuação da Franquia
 
Gabriela Gasparin Do G1


Decidido de que irá investir em uma franquia, o interessado precisará definir a área de atuação do negócio. O quesito principal, de acordo com especialistas, é ter afinidade com o segmento - isso mesmo, gostar da área vem antes da avaliação mercadológica.

“Se você não gosta de sair do trabalho com cheiro de hambúrguer, abrir uma franquia de lanchonete pode não dar certo”, explica o consultor do Serviço Brasileiros de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em São Paulo (Sebrae-SP), João Abdalla.

Para quem não gosta de trabalhar nos finais de semana, em outro exemplo, não é aconselhado ter uma franquia em shopping, onde o maior movimento é justamente no sábado e domingo, diz a consultora em franquias Claudia Bittencourt.

É por isso que uma reflexão sobre o que a pessoa gosta de fazer pode ser um bom passo inicial na escolha da área, dizem os especialistas. “Às vezes, tem a ver com o próprio histórico da vida profissional [do interessado]. Na franquia, você entra em uma operação padronizada, com regras definidas. Precisa gostar para seguir essas regras”, avalia.


Setores

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), há cerca de 1.900 redes de franquias atuantes no país. Ao todo, a entidade lista 19 setores:

  • Acessórios pessoais e calçados;
  • Alimentação;
  • Bares, restaurantes e pizzarias;
  • Bebidas, cafés, doces e salgados;
  • Beleza, saúde e produtos naturais;
  • Comunicação, informática e eletrônicos;
  • Construção e imobiliárias;
  • Cosméticos e perfumaria;
  • Educação e treinamento;
  • Entretenimento, brinquedos e lazer;
  • Escolas de idiomas;
  • Fotografia, gráficas e sinalização;
  • Hotelaria e turismo;
  • Limpeza e conservação;
  • Livrarias e papelarias:
  • Móveis, decoração e presentes;
  • Negócios, serviços e conveniência;
  • Serviços automotivos;
  • Vestuário
De acordo com pesquisa da entidade, o segmento que mais cresceu em 2010 foi o de alimentação (39,9%), seguido por acessórios pessoais e calçados (29,9%), vestuário (29,0%), móveis, decoração e presentes (27,4%) e esporte, saúde, beleza e lazer (20,0%).
 
 
'Capacitação não substitui vontade própria'
 
A advogada especialista em franquias Melitha Novoa Prado acrescenta que muitos franqueados se enganam ao pensar que, pelo fato de ser franquia, não precisam gostar da área, uma vez que haverá apoio da franqueadora. "Nenhum treinamento e capacitação substitui a vontade própria. Se eu não gosto, como vou pôr a mão na massa?", questiona.
 
Como conhecer as áreas
 
Para entender melhor como funciona cada área, André Friedheim, sócio-diretor da Francap, empresa de consultoria na área de franchising, sugere que o interessado participe de eventos e feiras na área, como a 20ª edição da ABF Franchising Expo, converse com pessoas que fazem parte do sistema para tirar todas as dúvidas. De acordo com o consultor, é necessário que o interessado invista tempo na etapa de pesquisa, que pode durar de 2 a 3 meses, por exemplo.
 
Melitha sugere, ainda, que o interessado faça pesquisas sobre o setor de interesse, como buscar números de crescimento do mercado, antes de tomar a decisão.
 
 
Fonte: http://g1.globo.com/economia/pme/noticia/2011/06/saiba-como-escolher-area-de-atuacao-da-franquia.html
Fonte da imagem: Google imagens
 

1 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More