As Prioridades do RH das Principais Economias do Mundo

Pesquisa aponta os desafios dos empregadores da África do Sul, BRICs e Europa

por Caroline Santana


Se até alguns anos sobrava gente no mercado brasileiro e faltavam vagas na empresas, hoje a situação mudou, e não só aqui, mas também na Índia e na Rússia. Contratar talentos é a prioridade dos empregadores desses países, que se destacam no cenário mundial pelo rápido crescimento de suas economias.

Essa conclusão faz parte de uma pesquisa feita pelo Instituto CRF, entidade que certifica empresas com boas práticas de RH, e que conversou com 200 representantes de companhias do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), África do Sul e Europa, a fim de identificar os principais interesses da área de gestão de pessoas nas grandes organizações.

O levantamento mostra ainda que as empresas europeias também se preocupam em contratar gestores diferenciados, seguindo uma tendência parecida com a dos países do BRIC, exceto da China, cujo foco é a busca do equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal. As empresas na África do Sul apontaram interesses diferentes, onde aprendizagem e desenvolvimento lideram a lista de prioridades das organizações.

Confira um resumo dos desafios do RH de cada país relacionado na pesquisa:

Brasil

1. Gestão de talentos
2. Gestão de desempenho
3. Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal
4. Transformar o RH em um parceiro estratégico dos negócios

Rússia

1. Gestão de Talentos
2. Transformar o RH em um parceiro estratégico dos negócios
3. Gestão de desempenho
4. Recrutamento

Índia

1. Gestão de talentos
2. Formação de líderes
3. Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal
4. Transformar o RH em um parceiro estratégico dos negócios

China

1. Equilíbrio entre trabalho e vida pessoal
2. Retenção de talentos
3. Gestão de desempenho
4. Treinamento e desenvolvimento

Europa

1. Gestão de talentos
2. Treinamento e desenvolvimento
3. Engajamento dos colaboradores
4. Formação de líderes

África do Sul

1. Treinamento e desenvolvimento
2. Formação de líderes
3. Gestão de desempenho
4. Engajamento dos colaboradores

A pesquisa apontou também a posição e o papel do RH nesses países. Se na Europa a área de Recursos Humanos é considerada uma parceira dos negócios, a situação no Brasil ainda é um pouco diferente. Robert Schaefer, diretor para América Latina do Instituto CRF, afirma que essa realidade deve mudar nos próximos anos, em função do mercado de trabalho competitivo, seguindo o exemplo das companhias européias, que colocaram os líderes da área de RH em seus comandos e conselhos de administração.

Ainda em relação ao Brasil, a gestão de desempenho, apontada como a segunda principal prioridade para o RH, está relacionada à necessidade de desenvolver líderes e planejar sucessão. As empresas demonstram ter compreendido a importância de identificar, treinar e reter o bom líder.


1 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More