Série SEU NEGÓCIO - Confira Dicas Para a Escolha do Melhor Ponto Comercial

Uma das principais preocupações do empreendedor que deseja abrir um novo negócio está relacionada à localização. Além de oferecer a infra-estrutura apropriada e permitir a expansão do seu negócio, caso necessário, o local deve ter acesso facilitado tanto aos clientes, ao mesmo tempo em que não pode estar muito longe dos fornecedores.

Como se trata de um tema bastante amplo, optamos por concentrar nossa discussão na localização dos pontos comerciais, ou seja, pontos de venda da sua empresa. Aqui, a dúvida mais freqüente é se vale mais a pena optar pela abertura de uma loja de rua, ou se render à comodidade dos shoppings centers.


Shopping ou loja de rua? De fato, há uma certa discrepância de preços entre pontos localizados nas ruas ou em shoppings, no entanto, deixando este pequeno detalhe de lado, é preciso que o empreendedor identifique o tipo de serviço oferecido. Estamos falando de um produto cuja compra é, na maioria dos casos, planejada, ou seja, o consumidor se dirige ao ponto comercial especialmente para a compra desse produto, ou se trata de um produto cuja compra se dá, sobretudo, por impulso?

Na opinião de especialistas do setor, em se tratando de "compra planejada" as lojas de ruas são as melhores opções, ao passo que os shoppings saem na frente quando a questão é "compra por impulso", ou seja, em que o consumidor está propício a gastar mais do que o planejado.

Maior praticidade e conforto custam caro Sem dúvida, nos grandes centros urbanos, onde o trânsito é bastante caótico e a preocupação com segurança uma realidade, os shoppings contam com a vantagem de oferecerem um amplo estacionamento e maior segurança. Porém, toda essa praticidade e conforto não vêm sem um custo para o empresário que se vê obrigado a arcar com altos custos condominiais.

Além disso, como a maioria dos shoppings cobra pelo estacionamento, para atrair a clientela muitos lojistas se vêem forçados a arcar com esses custos no caso de clientes preferenciais, ou que efetuam compras acima de um certo valor. Por sua vez, dependendo de onde estiver localizada a sua loja de rua, o cliente pode se ver forçado a parar seu carro em um estacionamento e você, como comerciante, pode acabar tendo que arcar com esses custos da mesma forma.

Promoções mais agressivas Sem dúvida, uma das vantagens de se optar pela abertura de uma loja de shopping é que os lojistas podem se beneficiar de campanhas promocionais do estabelecimento, que em geral acontecem em datas especiais como Dia dos Namorados, por exemplo.

Ainda que essas campanhas tenham grande visibilidade e acabem atraindo um número maior de pessoas ao shopping, o que indiretamente favorece a todos os comerciantes, em geral ela é financiada por contribuições dos próprios lojistas que efetuam pagamentos a um fundo promocional.

Investimento e manutenção Com base nisso, fica fácil entender que a principal diferença entre optar por uma loja de rua, ou uma loja no shopping, está associada aos custos: tanto os custos de manutenção, que mencionamos acima e incluem gastos com condomínio, aluguel e fundo promocional, como os gastos com a abertura da loja. Em geral, nas lojas de shopping os custos iniciais do investimento são mais elevados, pois se tratam de lojas maiores e cujas instalações devem seguir um padrão.

Outro ponto a ser analisado é que um shopping nada mais é do que um condomínio de lojistas, de forma que as regras de funcionamento e operação devem ser estabelecidas em conjunto por todos. Por sua vez, na loja de rua o lojista tem muito mais liberdade de gestão do estabelecimento, podendo definir ele mesmo como e quando irá investir em campanhas promocionais, decoração da loja etc.

Público-alvo deve acompanhar "estilo" da loja Exatamente por isso é tão importante analisar o produto e seu público-alvo antes de se optar pela localização do estabelecimento comercial. No caso de produtos de menor valor agregado, cuja margem de retorno pela venda de uma unidade é mais baixa, em geral vale mais a pena optar por uma loja de bairro, onde os custos são mais baixos.

O poder aquisitivo dos potenciais clientes do estabelecimento, ou o conhecido público-alvo, certamente irá ditar se o local é propício ou não ao novo negócio. Isto porque não adianta montar uma loja de grife, por exemplo, em um bairro que atende à população de baixa renda. Neste caso, ou aposta-se nos grandes saldões, ou então deve se procurar um local que tenha mais a ver com o tipo de negócio a ser montado.

A concorrência é outro item interessante, uma vez que pode ser vista por ângulos diferentes. Isto é, o empreendedor pode tanto decidir procurar um local onde o seu produto ou serviço possa ser uma novidade, como pode acabar se instalando nas conhecidas "ruas temáticas", onde lojas do mesmo segmento ficam lado a lado umas das outras. Como diz o velho ditado, "se você não pode contra eles, junte-se a eles".

Tomando estes cuidados, sem dúvida você será capaz de identificar o local ideal para instalar sua loja. Não tenha pressa de escolher um ponto comercial, o tempo gasto na procura do local para instalar sua loja deve ser visto como um investimento, que pode render excelentes frutos se você estiver disposto a pesquisar e negociar.


Fonte: http://dinheiro.br.msn.com/guias/guias-artigo-empreendedor.aspx?cp-documentid=24150021

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More