O Cavalo e o Soldado

por Cristiane Dias


Em tempos de guerra, um bravo soldado alimentava seu cavalo só com aveia, para que ele pudesse ficar forte e realmente ser seu companheiro em batalhas e perigos. Cheio de força e energia, o cavalo levou seu dono à vitória. No entanto, quando vieram os tempos de paz, o cavalo passou a ser usado na roça como um animal comum.

Em vez de conduzir bravos guerreiros, passou a puxar cargas pesadas e só recebia palha como alimento. Quando outra guerra estourou, ao som da trombeta, o dono do cavalo o selou para a batalha e saiu em disparada. Mas o pobre bicho mal conseguia se manter em pé. Enfraquecido, caía a toda hora e, por fim, disse ao soldado:

— Vá sem mim. Com esse tratamento, você me transformou em um asno. Como pode agora exigir um cavalo de um asno?

Moral da fábula para sua vida e para compartilhar com sua equipe:

• Nunca abuse da boa vontade alheia – Em qualquer relacionamento deve existir a política do bom convívio. Mas, às vezes, há pessoas que se esquecem disso e usam os outros apenas para tirar vantagem. É mais ou menos assim: alguém precisa de um favor e encontra um amigo ou colega de trabalho para ajudá-lo. O problema é quando, depois do favor feito, aquele que ajudou nem sempre é lembrado, ou seja, foi esquecido. Por isso, lembre-se, nos bons e maus momentos, daqueles que um dia ajudaram você.

• Treine –Dessa fábula, também podemos tirar como lição que líderes não podem se esquecer de treinar seus funcionários. Por mais que eles sejam considerados bons, é sempre necessário treiná-los e desenvolvê-los constantemente, para assim não transformar cavalos da sua equipe em asnos.

• Não desmereça – Se existe algo que possa deixar um colega, amigo ou funcionário chateado é justamente quando você dá uma posição importante para ele, por merecimento, e depois tira isso. É como dar doce para criança e depois tirar – ela chora. Agora, no caso de profissionais, é bem provável que eles se desmotivem e se sintam desvalorizados.

• Respeite –Em qualquer situação, respeite o relacionamento que você criou com as pessoas. Não tente tirar vantagem com a bondade alheia nem use isso para subir degraus na sua carreira.


Cristiane Dias é jornalista e atua como repórter-redatora das revistas VendaMais e Liderança.
Fonte e parceiro: Revista Liderança

1 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More