Cinco Minutos Para Mostrar Sua Ideia

Escrito por Adriana Wilner

Como você apresentaria a sua ideia de negócio em apenas cinco minutos? Ontem, 19 de julho, oito empreendedores enfrentaram esse desafio durante a 3ª edição do Start-up Lab, um evento organizado pela Artemisia, entidade que apoia negócios sociais, em conjunto com o The Hub, um espaço dedicado ao trabalho coletivo (coworking). Não eram projetos convencionais. Todos buscavam um modelo lucrativo que pudesse ao mesmo tempo ter como pilar a inclusão social ou a preservação do meio-ambiente. Ou ambos. Fiz parte da banca avaliadora, ao lado de empreendedores experientes, investidores e acadêmicos de algumas das melhores universidades do país.

É, de fato, pouquíssimo tempo. Impossível dizer tudo que se tem para dizer em cinco minutos. Apesar de a maioria das ideias ser interessantíssima (e muitas já terem sido testadas, com bons resultados), ninguém conseguiu sintetizar o que fazia e o que queria fazer dali por diante. O projeto do CDI Lan, de Marcel Fukayama, quer formar uma rede consistente e ética de lan houses. Silvio Vieira, do Sabor Natural, tem um negócio de distribuição complexa de produtos orgânicos que, segundo ele, dá um bom lucro. Romina Lindemann, da Preserva Mundi, cultiva na Amazônia um repelente natural de pragas, de origem indiana, chamado Neem. O Grupo Eco, de Fabio Interaminense, tem vários negócios: um comércio eletrônico, uma agência, uma fabricante de brindes e uma exportadora, os quatro ambientalmente sustentáveis. Isso só para citar alguns. Conseguiram despertar o interesse? Sim, principalmente aqueles que se mostraram apaixonados e ao mesmo tempo conseguiram delinear algum caminho. Mas Fukayama não conseguiu explicar como controlará a sua rede e nem qual será sua fonte de renda. Vieira incluiu o tema consumo responsável em sua agenda, mas não mostrou como inserirá o conceito na sua empresa de orgânicos. Romina não soube dizer como fará para seu produto ser aceito pelo mercado que deseja atingir. Interaminense não fez uma conexão entre os seus diferentes negócios.

Fiquei com a impressão de que, em cinco minutos, o empreendedor precisa mostrar garra e, ao mesmo tempo, já chegar com um modelo de negócios mentalmente trabalhado. Dizer o que deseja fazer, porque seu negócio é importante e diferente e sugerir como a ideia pode ser amarrada para gerar resultados sociais, ambientais e financeiros.

Fonte: Pequenas empresas grandes negócios

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails

Envie para sua rede

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More